Banner
Contador de Visitas
554198


"Get the Flash Player" "to see this gallery."

A NOITE DA LUZ QUE SUPERA AS TREVAS DA MORTE

 
Era a tardinha do sábado, começava a anoitecer, os primeiros raios das trevas se misturavam com algumas lâmpadas acesas no pátio.
 
O primeiro a chegar foi o Eduardo, que vinha com sua mala vermelha, não era um viajante, mas trazia consigo a lenha para fazer a fogueira.
 
Aos poucos foram chegando as pessoas, os ministros já estavam na porta da igreja, colaboradores distribuíam folhetos e velas às pessoas.
 
Próximo das 20 horas, apagaram-se as luzes, já percebiam  as labaredas do fogo, o padre Mário com seus ministros chegaram. Um ministro carregava uma grande vela, era o Círio Pascal. Havia um grande silêncio. A Jéssica, comentarista, convidou a comunidade: " Em comunhão com toda a Igreja......Vamos com profunda alegria viver a Vigília Pascal".
 
O padre Mário saudou o povo e fez as incisões sobre o Círio, lembrando Cristo ontem e hoje, Princípio  e Fim, Alfa e
 
Ômega, a Ele o tempo e a eternidade. Após as palavras aplicou os cravos no Círio.
 
Todos acenderam as suas velas a partir do Círio Pascal. O pátio estava iluminado, o sacerdote em voz alta anunciou: "A Luz de Cristo!".
 
O Círio Pascal foi conduzido para dentro da Igreja e as religiosas da Palavra Viva, a Nívea e a Tatiane cantaram por três vezes "A Luz de Cristo!" Chegando ao altar, o Moacir cantou o Exultet. Terminado o canto, começou a Liturgia da Palavra. O povo acompanhou atentamente  todas as sete leituras e, cantados pela Pastoral da Música, os sete Salmos. Um raro momento  de escutar as passagens bíblicas que proclamavam a história da salvação.
 
Em seguida, apagaram-se todas as luzes e acenderam-se as velas, e Cristo foi recebido com o canto do Glória, um momento extraordinário de alegria e  fé. Terminada a Liturgia da Palavra, começou a Bênção da Água Batismal e de outras águas trazidas para o altar, renovaram-se as promessas Batismais e seguiu a celebração com a preparação do altar pelos Ministros.
 
Era o sábado de Aleluia, e com ele concluía-se  o Tríduo Pascal. As fotos foram registrada pela Rami, da PASCOM