Banner
Contador de Visitas
554203


A MISSÃO JESUS: ANUNCIAR A PALAVRA AOS POBRES

O 3º domingo nos mostra a missão de Jesus: anunciar a boa nova aos pobres...

A 1ª leitura relata a experiência em que o sacerdote Esdras promulga ao povo a Lei, este se põe a ouvir e todos buscam estabelecer um compromisso. A Palavra de Deus é vida, é luz para todos. (cf. Ne 8,2-6.8-10)

No evangelho, lemos o início dos evangelho de Lucas, este, quer dar maior solidez ao que escreve. Usa o nome de Teófilo, que quer dizer amigo de Deus. Jesus, em Nazaré, dirige-se a sinagoga. Recebe o livro, abre-o e lê: “O espirito do Senhor está sobre mim, porque ele me consagrou com a unção para anunciar a Boa Nova aos pobres, proclamar a libertação aos cativos, recuperar a vista aos cegos, libertar os oprimidos e proclamar o ano da Graça” e depois disse: “Hoje se cumpriu esta passagem que vocês acabam de ler” (cf. Lc 1,1-4; 4,14-21).

Na segunda leitura, o apóstolo Paulo continuará falando sobre a organização da comunidade cristã, usando o exemplo dos membros do corpo, onde todos os membros são importantes, um precisa do outro para sobreviver e construir a unidade (cf.1Cor 12,12-30). Saibamos colocar nossos dons a serviço da comunidade. Sozinhos não fazemos nada.

Pe. Mário Pizetta - Pároco


 JESUS SURPREENDE OS NOIVOS E MANIFESTA SUA GLÓRIA

O segundo domingo do tempo comum, ano C, nos traz o milagre das Bodas de Cana. Revela o grande amor que Deus pelo seu povo trazendo alegria a todos. Jesus também manifesta a sua glória solidarizando-se com os noivos.

Na primeira leitura o profeta Isaias, fala ao povo que volta do exílio da Babilônia. Mostra o grande amor de Deus: “Não será mais chamada de Abandonada, Deserta, mas dirá Minha Predileta”. Bem casada, a nova Jerusalém, será como a noiva, alegria do noivo (cf. Is 62,1-5).

O evangelho, apresenta Jesus num casamento, Maria, está presente, e como mãe, sente as necessidades e avisa os serventes para que façam tudo o que Jesus pedir. Vindo a faltar vinho, o que seria uma humilhação aos noivos, Jesus transforma a água em vinho. O mestre sala prova o vinho e leva ao noivo e lhe diz: “Tu reservastes o melhor vinho até agora”(cf. Jo 2,1-11). Ao realizar este milagre, o primeiro, Jesus manifesta a sua glória e trás alegria a sua festa. Jesus sempre nos surpreende, de modo especial quando nos abrimos para ele.

A segunda leitura, Paulo nos apresenta os carismas, como verdadeiros sinais do amor de Deus. Deus nos enriquece na vivência social com seus dons. Somos pessoas com modos de ser diferentes,  cada um enriquece o grupo com seu jeito de ser. Cada dom manifestado torna a comunidade mais sólida. Dons que se integram e complementa-se. O importante é cada um colocar-se a serviço do outro criando a unidade.


BATISMO DE JESUS: “TU ÉS O MEU FILHO AMADO”

Neste domingo, com o Batismo de Jesus, estamos encerrando o tempo do Natal. A liturgia da palavra, nos ajuda a compreender este grande momento.


Na 1ª leitura, dos Atos, Isaias nos apresenta a grande missão do Messias: “Eu, o Senhor, te chamei para justiça e te tomei pela mão; eu te formei e te constituí, como centro de aliança do povo, luz das nações, para abrir os olhos aos cegos, tirar os cativos da prisão, livrar do cárcere os que vivem nas trevas”(Is 42,1-4.6-7).

O evangelho, lido em Lucas, nos mostra as dúvidas que haviam na cabeça do povo com relação a João Batista. Todos pensavam de que ele seria o Messias, mas Jõao declara: “Eu batizo com água, mas virá aquele que é mais forte de que eu, eu não sou digno nem desamarrar as suas sandálias...Ele vos batizará no Espírito Santo e no fogo., enquanto batizava a Jesus uma voz assim falava: “ Tu és o meu Filho amado, em ti eu ponho o meu bem-querer”( cf. Lc 3,15-16.2122)

A segunda leitura, encontramos as palavras de Pedro, onde nos diz: ”que Deus não faz distinção de pessoas. Pelo contrário, ele aceita quem o teme e pratica a justiça, qualquer que seja a nação a que pertença”(cf. At 10,35-36). Duas fontes da verdadeira sabedoria que nos fazem ser pessoas felizes: Temor a Deus e a prática da justiça.

O Batismo nos integra na vida da comunidade e, junto com todos que vivem o seguimento de jesus, ajudar na construção de um mundo mais justo, abrindo os olhos aos cegos e libertando os que jazem nas trevas.

Um bom começo de Ano para todos os que nos seguem no site

Pe. Mário Pizetta - Pároco