Recados da Semana: MESMO DISTANTES, ESTEJAMOS UNIDOS E FIRMES NA ESPERANÇA

Nesta semana que passou a igreja mante-se fechada e nenhuma atividade desenvolvida. Foi uma semana de intensa troca de mensagens, feitas pela rede social ou mesmo dirigidas pelos sacerdotes. Nunca tinha visto tamanha quantidade, foi uma chuva de mensagens que  circularam pelas redes sociais. Apenas o silencio do templo  foi  interrompido pelos rumores do trabalho. Do lado de fora, a construção civil, não parou, as obras da reforma continuaram e mais alguns passos  foram dados: concretadas mais duas vigas baldrames, ainda nos falta mais duas; concluídos mais alguns tubulões; Também podiam ser vistas algumas estruturas de ferro para os pilares de  sustentação da 1ª laje;  Outro passo foram os preparativos para a colocação de um poste provisório para a entrada da energia elétrica. Na sexta feira ao meio dia chegaram as formas para as colunas. SIGAMOS UNIDOS E SOLIDÁRIOS NESTA CAMINHADA, ASSIM COMO NOSSOS ANTEPASSADOS  DEIXARAM O MELHOR PARA TODOS NÓS. DEIXAREMOS  TAMBÉM PARA AS GERAÇÕES FUTURAS,A NOSSA CONTRIBUIÇÃO.

Pe. Mário Pizetta, ssp
Pároco

_____________________________

Mensagem da Semana   

HOSANA, FILHO DE DAVI, BENDITO AQUELE QUE VEM EM NOME DO SENHOR

Com o domingo de Ramos restam poucos dias para o fim de nossa caminhada quaresmal. Durante quarenta dias, caminhamos nos preparando para reviver com Jesus esta semana, ápice, de nossa fé. Veremos que Jesus entra na cidade e o povo  agita-se,  aclamando-o. A liturgia deste domingo convida-nos a contemplar esse Deus,  que, por amor, desceu ao nosso encontro, partilhou a nossa humanidade, fez-se servo dos homens. As leituras nos ajudam a compreender esta realidade, vejamos:

A exortação  da bênção dos ramos  descreve a entrada: montado num jumentinho, Jesus entra em Jerusalém. O povo o acolhe, estende mantos, sacode ramos de oliveira, palmas, e cantam:” Hosana ao filho de Davi, bendito o que vem em nome do Senhor”.

A primeira leitura, o profeta vislumbra e personifica  Jesus. Relembra que a ele foram dadas palavras  que levassem conforto às pessoas. O profeta lembra que este servo não reagiria a qualquer atitude de agressão, pelo contrário, ofereceria sua face  para que batessem, seu rosto para que arrancassem a barba e suas costas para baterem, não se esquivaria das dificuldades. Apesar do sofrimento e da perseguição, o servo  confiou em Deus e concretizou, com teimosa fidelidade, os projetos de Deus (cf. Is 50,4-7).Trazendo para os nossos dias esta leitura vemos nem sempre temos em nossa boca palavras de consolo, muitas vezes não sabemos calar, e nossas palavras machucam, ofendem. Jesus tem palavras de conforto. Também somos poucos propensos a suportar as contrariedades, gostamos que nossas opiniões prevaleçam.

No  evangelho, proclamamos a narrativa da paixão que o evangelista Mateus escreve: Jesus está no tribunal e mantem silêncio a toda e qualquer pergunta ou acusação que lhes é feita. Também escuta de um povo alienado e ideologizado  o  grito: “seja crucificado”, “seja crucificado”, como fazemos hoje  em favor deste ou contra aquele, batendo panelas.  Gritamos como massa, impulsionados pela mídia.  Talvez,  muitos que ali gritavam  poderiam ter se aproveitado das boas ações de Jesus. Também mandam  Jesus para ser flagelado, ser coroado de espinhos, e  como um rei fracassado,  colocam sobre seus ombros uma haste de madeira, pedaço da cruz e o obrigam a carregar. Assim será o calvário de Jesus. No alto da cruz tiram gozação de Jesus: “Salve rei dos Judeus”, “salvou a outros, por que não salva a si mesmo!”. Diante dos últimos suspiros de Jesus, os algozes pensam que ele chama por Elias. No entanto Jesus fecha os olhos e o povo comenta: “ Ele era mesmo o  Filho de Deus”, era a grande verdade. Tinham condenado um inocente (cf. Mt 27,11- 54). Tudo devia acontecer para que se cumprissem as escrituras. Hoje, alimentados pelas nossas vaidades, continuamos a crucificar pessoas que buscam melhorar a vida das pessoas. Dá impressão que não gostamos das pessoas corretas. A  força do justos está no Senhor.

A segunda leitura, Paulo aos Filipenses, nos mostra quanto  grande é o exemplo de Cristo: “desfez-se de sua condição divina e assumiu a condição humana”. Não se vestiu de orgulho e nem mesmo de arrogância, tudo para ser obediente ao Pai como gesto de amor a cada um de nós. (cf. Fl 2,6-11). Jesus nos dá o exemplo para que também nós, como seus discípulos, aprendamos a trilhar o caminho da vida.

Caro irmãos e irmãs, nossa cruz neste momento é o Corona vírus. Um vírus invisível e silencioso que está tirando a vida de muitas pessoas e nos obrigando a mudar nossos hábitos. Neste momento queremos lembrar sobretudo  dos profissionais da saúde que estão sendo expostos para salvar vidas. Também pedir perdão a Deus, por aqueles que não valorizam a vida, que pensam que a economia, embora importante, esteja acima da vida.

Neste domingo, queremos não apenas reviver a paixão e morte de Jesus, mas compreender que todos nós podemos fazer de nossa vida um  dom e serviço, a fim de libertar os homens de tudo aquilo que gera egoísmo e escravidão. Para os que creem, a cruz não é um sinal de fracasso, mas uma manifestação de  quanto grande é amor  de Deus, amor que não guarda nada para si, mas que se faz dom para os outros.

Pe. Mário Pizetta, ssp
Pároco

Leia esta e outras mensagens de semanas anteriores

_____________________________

Prezados(as)  Paroquianos(as),A paróquia Santo Inácio de Loyola apresenta o decreto da Arquidiocese com relação às missas: Pedimos a todos que procurem participar das missas pela televisão e rezar em casa. Deus é sempre misericordioso e compassivo.

COMUNICADO
SOBRE A SUSPENSÃO TEMPORÁRIA
DE CELEBRAÇÕES RELIGIOSAS

“Viu, sentiu compaixão e cuidou dele”, cf. Lc 10,33-34.

Tendo em vista a grave crise sanitária provocada pela disseminação do “novo Coronavírus”, determino, em função do cânon 87§1 do Código de Direito Canônico, a suspensão de todas as celebrações e eventos religiosos com a participação de povo, da Igreja Católica na Arquidiocese de São Paulo, a partir do dia 21 de março de 2020 e até decisão ou orientação diversa.

Determino que esta COMUNICAÇÃO seja impressa e afixada nas portas das igrejas. Exorto a todos que sigam conscienciosamente as orientações das Autoridades sanitárias para evitar a difusão da COVID-19 e colaborem com grande caridade cristã e solidariedade humana na preservação da saúde e no cuidado dos enfermos. A vida é dom precioso de Deus e requer o compromisso fraterno de todos.

Exorto os sacerdotes, diáconos, religiosos e todos os colaboradores de nossas comunidades eclesiais a que não deixem de prestar assistência e conforto religioso e espiritual ao povo, especialmente aos enfermos, nos modos possíveis nesta hora de angústia e incerteza. Os Padres celebrem em privado pelo povo nos horários costumeiros e procurem manter o contato com suas comunidades através das mídias, transmitindo também as celebrações ao povo pelas mesmas mídias.

Exorto os fiéis a acompanharem, em suas residências, as celebrações e atos religiosos transmitidos pelos vários Meios de Comunicação Social. Peçamos juntos, com fé e perseverança, que Deus tenha misericórdia de seu povo, livrando-nos de toda doença e angústia. Estejam certos de que o Arcebispo os acompanha com sua preocupação e carinho e reza por todos cada dia. Deus os abençoe e guarde no seu amor.

São Paulo, 21 de março de 2020

Cardeal Odilo Pedro Scherer
Arcebispo de São Paulo

_____________________________

Amigos(as) paroquianos(as), e Pessoas que buscam a Deus, Bom dia

Tem uma frase no evangelho de Mateus, no capitulo 11,28-29 que diz: “Vinde a mim, todos vocês que estão cansados de carregar o peso de seu fardo, e eu lhes darei descanso. Carreguem a minha carga e aprendam de mim porque sou manso e humilde de coração, e  vocês encontrarão descanso  para suas vidas. Pois bem, estas palavras podem nos ajudar neste momento que vivemos confinados em nossas casas.

O isolamento, para aqueles que podem, é sinal de prudência, de sabedoria. Vamos tomar cuidados para salvar vidas. A vida é um precioso dom de Deus. Precisamos cuidar dela. Sinto muita tristeza, quando entro na igreja e vejo aqueles bancos vazios. Às vezes, quase caio na tentação de pensar que estamos deixando de acreditar em Deus, sinto que precisamos pedir: ”Senhor aumenta a nossa fé”.

No momento, todos nós sofremos porque  somos obrigados a viver situações assim. Diria, para os que podem, vamos aproveitar destes momentos para solidificar nossa fé em Cristo Jesus, saber que é somente nele que encontramos o verdadeiro descanso, a verdadeira paz.

Nossa segurança, não está no dinheiro, embora ele faz parte do nosso viver. A vida ganha sentido quando somos solidários e caminhamos unidos. Nossa comunidade, com vocês continua sendo uma fonte de agua viva. Um abraço e que Deus vos abençoe.

Pe. Mário Pizetta, Pároco
Paróquia Santo Inácio de Loyola.

_____________________________

Solenidade de São José

No dia 19 de março, Solenidade de São José, tivemos três Celebrações Eucarísticas na Paróquia  Santo Inácio. O Pároco, Pe. Mário, presidiu as duas primeiras, às 7h3o e 12h. O Vigário, Pe. Lúcio, presidiu a das 18h. Como preparação a esta Solenidade do Padroeiro da Igreja Católica, foi realizado um Tríduo nos dias 16, 17 e 18 de março nas Missas diárias. Que São José, homem justo e fiel, interceda a Deus por todas as famílias do mundo inteiro.

_____________________________

05 de Abril – Pensamentos Bem Aventurado Tiago Alberione

Read More
05 de Abril – Pensamentos Bem Aventurado Tiago Alberione

Pensamentos do Fundador da Quaresma Beato Giacomo Alberione

Read More
Pensamentos do Fundador da Quaresma Beato Giacomo Alberione

05 de abril Memória Facultativa de São Vicente Ferrer, presbítero

"Beba a água do mestre Vicente", diz-se na Espanha para se incutir o silêncio. É uma alusão ao conselho que...
Read More
05 de abril Memória Facultativa de São Vicente Ferrer, presbítero

Hosana, filho de Davi, bendito aquele que vem em nome do Senhor

Com o domingo de Ramos restam poucos dias para o fim de nossa caminhada quaresmal. Durante quarenta dias, caminhamos nos...
Read More

04 de abril Memória Facultativa de Santo Isidoro, bispo e doutor da Igreja

Nasceu em Sevilha, Espanha, em 560 e morreu em 636. Um escritor enciclopédico que foi muito lido na Idade Média,...
Read More
04 de abril Memória Facultativa de Santo Isidoro, bispo e doutor da Igreja

04 de Abril – Pensamentos Bem Aventurado Tiago Alberione

Read More
04 de Abril – Pensamentos Bem Aventurado Tiago Alberione

03 de Abril – Pensamentos Bem Aventurado Tiago Alberione

Read More
03 de Abril – Pensamentos Bem Aventurado Tiago Alberione

03 de abril – Santos Xisto I, II e III, papas

São Xisto I exerceu o sumo pontificado provavelmente entre 115-129. Era um romano, filho de um certo Pastore. Foi ele...
Read More
03 de abril – Santos Xisto I, II e III, papas

02 de abril Memória Facultativa de São Francisco de Paula, eremita

Quem já atravessou o estreito de Messina terá perguntado por que um dos ferry-boat traz o nome na proa: São...
Read More
02 de abril Memória Facultativa de São Francisco de Paula, eremita

02 de Abril – Pensamentos Bem Aventurado Tiago Alberione

Read More
02 de Abril – Pensamentos Bem Aventurado Tiago Alberione

_____________________________

“NESTE MUNDO VOCÊS TERÃO AFLIÇÕES, MAS TENHAM CORAGEM; EU VENCI O MUNDO”(Cf. Jo 16,33)
Prezados(as) Paroquianos(as), Amigos paroquianos
Bom dia,
Espero encontrá-los todos bem. Ontem rezei, via Zap, a oração de São Sebastião, sobre a peste que muitos de vocês acompanharam.
Hoje vos transmito um pensamento que busquei no evangelho de João. Ele é muito oportuno neste momento. Estamos vivendo um clima de insegurança, medo, temor, e de certa forma um clima de pânico, que algumas pessoas estão passando nas redes sociais e nos meios de comunicação. “Todos entendem de tudo!” Estejamos atentos a tudo o que chega em nossas redes. Digo-vos: sigam as orientações das autoridades sanitárias e d do ministério da Saúde. Partilho também que nesses dias, quando entro na igreja e vejo os bancos vazios, sem nenhuma criatura, me lembro de todos que no decorrer do dia aqui estavam, participando das missas, lendo a sagrada escritura, rezando. Digo-vos ainda mais, Jamais em minha vida tinha vivido uma situação dessas, mas como nos ensinam os mais idosos: ”todos os dias temos oportunidade de aprender algo novo”. A vida é sempre a melhor escola. Quando dela tiramos as lições, crescemos.
Informo também que as obras continuam, a construção civil não parou, apenas foram solicitados cuidados e precauções. Peço a todos vocês que mantenham-se  fortes, como os discípulos e vamos juntos tirar as lições que esta pandemia  está nos ensinando. Depois dela não poderemos ser mais os mesmos. Deveremos ser mais solidários e próximos uns dos outros Se puderem partilhem com vossos grupos.
Rainha dos Apóstolos, Rogai por nós
Nossos Bem aventurados, Padre Alberione e Padre Tmóteo Giaccardo, Rogai por nós
Santo Inácio, Rogai por nós
Pe. Mário Pizetta, ssp
Pároco
Paróquia Santo Inácio de Loyola
_____________________________

Retiro Quaresmal: cuidar-se para cuidar!

Prezados Paroquianos,

graça, misericórdia, saúde e paz!

Já faz uns dias, comigo desde sábado, dia 21 de março, que não nos vemos pessoalmente no espaço celebrativo na Paróquia Santo Inácio de Loyola. Estive lá na manhã de sábado para a Celebração Eucarística das 8h. Ao chegar à porta da igreja, encontrei-me com o Pe. Mário, o Luciano e ela totalmente vazia. O cenário indicava que a rotina iria mudar radicalmente dali por diante e é o que, de fato, está acontecendo desde então.

Estou em quarentena, com outros Coirmãos Paulinos, na nossa Comunidade, como orientam as Autoridades Sanitárias e os Profissionais da Saúde. O momento atual, no Brasil e no mundo, não é para heroísmos inconsequentes. A vida, dom mais precioso que possuímos, deve ser preservada a todo custo. Deus não está presente apenas nas igrejas. Ele está em toda parte. Somos templos vivos dele e atualmente é hora de participarmos de nossas igrejas domésticas, que são os nossos lares. É o que a maioria da população está fazendo.

A pandemia da COVID-19 está obrigando-nos a viver uma quarentena forçada. O único remédio para tentar contê-la, no momento, é o isolamento social. Demais orientações encontramos todos os instantes nos meios de comunicação e devemos estar atentos contra as fake news.

Desde domingo, dia 22, 4º Domingo da Quaresma, decidi enviar diariamente um breve vídeo para todos vocês, manifestando minha proximidade, oração e solidariedade. A Campanha da Fraternidade deste ano pede para que cuidemos das pessoas e, consequentemente, da vida. A quarentena é exatamente isso: cuidar-se e cuidar-nos!

Estes dias de recolhimento em casa e em família, têm facilitado a vivência da “cultura do encontro” tão querida ao nosso Papa Francisco e a todos nós que a propagamos exaustivamente. De repente o tempo, que parecia nosso inimigo diário, parou e rendeu-se. Ficou nosso aliado e está fazendo com que nos aproximemos uns dos outros, especialmente no seio de nossas famílias. Foram redescobertos valores esquecidos e abandonados pelo frenesi da vida moderna. Atitudes simples que a geração nova – de nossas crianças e adolescentes – desconhecia e que foram vivenciadas por nós mais maduros: rezar juntos, brincar juntos, dialogar, conversar, conviver, conhecer-se mais, entrosar-se… tornar-se mais humanos, mais gente!

Temos vivido dias semelhantes a um retiro quaresmal, mesmo que forçado para algumas pessoas, mas que não têm outra opção. Ainda estamos vivendo o tempo litúrgico da Quaresma, tempo forte que nos convoca à conversão e a uma vida nova. Este tempo de graça que estamos vivendo, recolhidos em casa, faz-nos debruçar sobre nós mesmos e fazer um sério exame de consciência.

Aproveito da oportunidade e sugiro alguns questionamentos que podem ajudar nesta caminhada de preparação rumo à Páscoa do Senhor.

Temos reservado momentos de silêncio para nos encontrarmos a sós com Deus e com nós mesmos? Temos lido e meditado a Palavra de Deus? Temos realmente nos preocupado com os sentimentos, as alegrias, as tristezas e as angústias das pessoas que vivem à nossa volta? Estamos atentos aos acontecimentos do mundo, que entram em nossos lares todos os dias pelos mais diferentes meios de comunicação e que vão contra ao Projeto do Reino de Deus?

Quantas vezes nos ajoelhamos nos templos religiosos ou mesmo em nossos lares em atitude de oração, inclusive diante de Jesus Hóstia, mas com os pensamentos carregados de maledicência em relação ao próximo? Quantas vezes imploramos, até mesmo com lágrimas, o perdão a Deus de nossos pecados, trazendo no peito e no coração ressentimentos, mágoas, rancor, ódio, inveja e ciúmes?

Quantas vezes temos um quadro bonito e até mesmo valioso dos Santos e Santas de Deus nas paredes de nossas casas e, mesmo assim, continuamos tratando as pessoas com indiferença e rispidez? Fazemos exatamente o contrário do que nos convida a Campanha da Fraternidade: “Não vejo, não sinto compaixão e não cuido dele (a)” [Lc 10, 33-34]?

Estamos limpando o nosso coração machucado com o remédio do perdão e da reconciliação? Temos realmente cuidado de nós mesmos para, depois, estarmos aptos para cuidar dos outros?

Não bastarão, meus irmãos e irmãs, elencarmos santos e piedosos propósitos para vivermos depois da quarentena, se desde agora não nos dispusermos a vivê-los concretamente. Em momentos como estes, que estamos vivendo, ficamos mais sensíveis, reflexivos e orantes. Estejamos atentos para quando tudo isso terminar, colocarmos em prática o que de bom aprendemos neste tempo de retiro quaresmal – mesmo que forçado –.

Concluo com a Oração ao Espírito Santo para pedir pela saúde, de autoria do Bem-aventurado Tiago Alberione: “Divino Espírito Santo, Criador e Renovador de todas as coisas, vida da minha vida! Com Maria Santíssima, eu vos adoro, agradeço e amo! Vós, que dais vida a todo o universo, conservai em mim a saúde. Livrai-me de todas as doenças e de todo mal! Ajudado com a vossa graça, quero usar sempre minha saúde, empregando minhas forças para a glória de Deus, para o meu próprio bem e para o bem do próximo. Peço-vos ainda, que ilumineis, com vossos dons de sabedoria e ciência, os médicos e todos os que se ocupam dos doentes, para que conheçam a verdadeira causa dos males que destroem ou ameaçam a vida, e possam também descobrir e aplicar os remédios mais eficazes para defender a vida e curá-la. Virgem Santíssima, Mãe da Vida e Saúde dos Enfermos, sede mediadora nesta minha humilde oração! Vós que sois a Mãe de Deus e nossa Mãe, intercedei por mim! Amém”.

Em comunhão com todos vocês paroquianos, doentes de quaisquer enfermidades (especialmente da COVID-19), profissionais da saúde e de outros seguimentos da sociedade que não estão em quarentena, às pessoas que recomendaram nossas orações… eu digo invocando o poderoso nome de Jesus: “Eis que eu estarei com vocês todos os dias, até o fim do mundo” (Mt 28,20).

Abraço e abençoo cada um de vocês – e suas famílias – com toda a ternura de que é capaz, neste momento delicado que vivemos, o meu coração, que a exemplo de Jesus, o Bom Pastor, “vendo as multidões, teve compaixão” (Mt 9,36).

Pe. Antônio Lúcio, ssp
Vigário Paroquial

_____________________________

VENHA INICIAR A QUARESMA COM A GENTE 

Na quarta-feira, dia 26 de fevereiro, a Igreja inicia a caminhada Quaresmal, em preparação para a Páscoa.

A paróquia Santo Inácio convida a todos para iniciarmos este caminho rumo a Pascoa. Celebrações: 07:30hs, 12:00hs, 15:00hs, junto com a missa da Saúde e 18:00hs. 

Nesta Quaresma vamos reeducar o nosso olhar para o mundo com os olhos de Cristo

_____________________________

_____________________________

Memória Facultativa de São Brás, bispo e mártirNo dia 3 de fevereiro, a Igreja recorda a Memória Facultativa de São Brás, bispo e mártir. Lemos na sua Paixão que, enquanto estava indo ao martírio, uma senhora, cujo filho engasgado com um espinho de peixe estava morrendo, prostrou-se a seus pés e o santo concentrou-se em oração passando a mão na cabeça do menino. O menino sarou imediatamente. Desde então ele é o protetor da garganta contra qualquer mal (asfixia). É também o protetor dos cardadores, por ter tido suas carnes rasgadas com pentes de ferro. Suportou muitos suplícios até que, por fim, lhe cortaram a cabeça. É protetor dos animais selvagens, dos cabeleireiros, dos que trabalham com velas e parafinas (uma mulher levou-lhe um par de velas para iluminar sua cela escura quando era prisioneiro). Na Paróquia Santo Inácio foram celebradas duas missas com a bênção da garganta: pela manhã foi presidida pelo Pe. Lúcio e, pela tarde, pelo Pe. Mário.

_____________________________

Pensamentos do Bem-aventurado Tiago Alberione

05 de Abril -Pensamentos do Bem-aventurado Tiago Alberione

_____________________________

OBRAS DE OTIMIZAÇÃO DOS ESPAÇOS DA PAROQUIA  SANTO INÁCIO ESTÃO COMEÇANDO.
Faça sua Doação ajude na construção da nossa paróquia
DEPÓSITOS BRADESCO AG: 0108-2      C/C: 323.730-3      CNPJ: 63.089.825/0293-98

Obras da Reforma a Paróquia Caminham.

O primeiro momento dos trabalhos da  Reforma na paróquia Santo Inácio iniciaram em início de maio de 2019 com a retirada da energia e da água da casa antiga casa do Pe. Romano, churrasqueira, e casas próximas. O segundo passo, final de maio e junho, aconteceu  a demolição desses espaços. Em julho  aconteceu a nossa “festa julina”. No final  de setembro e  outubro, feitos os ajustes da energia e agua para o Templo e o Salão São Paulo  e a consequente demolição da segunda etapa: o salão Santo Inácio, cozinha, secretaria, escritórios e salas. Em novembro-dezembro, acontecem os preparativos para iniciar a obra. Nos primeiros dias de janeiro de 2020 foram feitos os gabaritos. De 13 de janeiro a 14 de fevereiro, foram feitas as estacas. A partir desta data foi dado o início aos trabalhos dos blocos, vigas, tubulões e  baldrames. As fotos abaixo, gentileza do Sr. Eng. Bechara,  ilustram o momento atual Obra. Convidamos todos os paroquianos e  admiradores da paróquia Santo Inácio a nos unir neste grande empreendimento.

Contribuições podem ser feitas:

DEPÓSITOS BRADESCO AG: 0108-2      C/C: 323.730-3      CNPJ: 63.089.825/0293-98

_____________________________

_____________________________

Santo do dia 05 de abril Memória Facultativa de São Vicente Ferrer, presbítero

Santo do dia - 05 de abril Memória Facultativa de São Vicente Ferrer, presbítero

“Beba a água do mestre Vicente”, diz-se na Espanha para se incutir o silêncio. É uma alusão ao conselho que o Santo deu a uma mulher casada que lhe pedia orientação para ter harmonia com o marido muito briguento: “Quando ele chega do trabalho encha a boca de água e fique assim com a boca cheia por mais tempo que puder”. Evidentemente durante todo o tempo que estava com a boca cheia não podia responder aos insultos do marido.

Essa anedota torna um tanto simpática a figura humana deste grande reformador dos costumes, que mereceu dos contemporâneos o apelido de Anjo do Apocalipse, porque nas suas práticas costumava ameaçar com flagelos e tribulações. Vicente nasceu em Valência, Espanha, em 1350. Aos dezessete anos já havia terminado filosofia e teologia e foi logo incluído no corpo docente.

Entrando no Convento dos Dominicanos de Valência, foi ordenado sacerdote em 1378, data que coincide com o grande cisma do Ocidente até 1417. A grave confusão dividiu os cristãos em duas obediências: a de Roma e de Avinhão. Era inevitável que também espíritos corretos, como Vicente Ferrer, se encontrassem do lado do Papa ilegítimo. Fez tudo o que podia para restituir à Igreja a unidade. Percorreu quase toda a Europa, pregando com sua robusta voz, e um fato um tanto milagroso costumava acontecer em suas pregações: falava em sua língua materna e os fiéis de outras línguas o entendiam.

Um grande arauto da mensagem cristã que, também na velhice, tinha tanto vigor na voz e pregava tão bem que as igrejas não continham as multidões. Por onde andava tinha de pregar em enormes praças. Em suas pregações fustigava os costumes, xingava, ameaçava. Recomposta a unidade da Igreja no Concílio de Constância, Vicente viajou pela França na tentativa de pôr fim à guerra dos Cem anos. Morreu no dia 5 de abril de 1419 em Vannes, França. Foi canonizado em 1455 pelo Papa Calisto III.

Ó Deus, que suscitastes na Igreja o presbítero São Vicente Ferrer para a pregação do vosso Evangelho, dai-nos a alegria de contemplar no céu o Cristo, nosso Rei, cuja vinda como juiz foi por ele anunciada. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

_____________________________

________________________

Batizados comunitários de março: cinco meninos.

Batizados comunitários de março: cinco meninos.

Os batizados de março ocorreram no dia 14 , às 9 horas, e foram realizados pelo Pe. Mário Pizetta. A grande novidade, foi  o fato de serem cinco meninos, poucas vezes isto acontece, geralmente meninos e meninas. As crianças: Lucas, Gustavo, Theo, João e Erick. Outra novidade foi a presença alegre das famílias em grande número. Na breve partilha da palavra, a luz do evangelho de João, do encontro de Nicodemos com Jesus, o celebrante lembrou que o dia do Batismo é um data importante, pois é o dia em que tornamos a criança filha de Deus, não apenas filha da carne. Recordou ao pai, mãe, padrinho madrinha, que a data do batismo deve ser sempre recordada. As fotos foram registradas pela Rami, da Pascom.

_____________________________

2020: Datas móveis do calendário católico são apresentadas!

No último domingo, 5 de janeiro, em todo o Brasil,  a Igreja fez o anúncio das Solenidades e Festas móveis de todo o ano de 2020. O ano de 2020 é o ano A, no qual são proclamados no tempo comum os textos do Evangelho de São Mateus. A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil disponibilizou o calendário com as datas móveis. Confira abaixo:

2020 –  ANO A –   (São Mateus) – Festas e Solenidades móveis 

  • Epifania do Senhor (Domingo)- 5 de janeiro;
  • Batismo do Senhor (Domingo)- 12 de janeiro;
  • Quarta-feira de Cinzas- 26 de fevereiro;
  • Páscoa da Ressurreição- 12 de abril;
  • Ascensão do Senhor- 24 de maio;
  • Pentecostes- 31 de maio;
  • Santíssima Trindade- 07 de junho;
  • Corpo e Sangue de Cristo- 11 de junho;
  • Sagrado Coração de Jesus- 19 de junho;
  • São Pedro e São Paulo (Domingo)- 28 de junho;
  • Assunção de N. Senhora- 16 de agosto;
  • Todos os Santos (Domingo)- 01 de novembro;
  • Solenidade de Cristo-Rei- 22 de novembro;
  • 1º Domingo do Advento- 29 de novembro;
  • Sagrada Família (Domingo)- 27 de dezembro.

_____________________________

SECRETARIA DA PARÓQUIA TEM NOVO ENDEREÇO: Rua França Pinto 78
Informamos a todos os paroquianos, frequentadores e amigos da paróquia Santo Inácio de Loyola, que a secretaria mudou para a Rua França Pinto 78. As missas continuam em seus horários normais nos dias de semana e finais de semana. Tel: 55711744

Faça um Tour Virtual pela nossa paróquia

_____________________________

Este é meu filho amado

Os batizados comunitários de janeiro aconteceram no dia 11 e foram presididos pelo Pe. Mário Pizetta. Foram acolhidas quatro crianças:  A Iris, o Fernando, , a Júlia e o Pedro, juntamente com seus pais, padrinhos e familiares. Os batizados ocorreram bem, muita alegria, fé e participação. Pe. Mário  buscou aprofundar com os presentes a compreensão de que o Batismo é a porta de entrada da experiência cristã. Lembrou ainda que o dia do batismo de um filho é uma grande oportunidade de retornar ao caminho da comunidade. As fotos foram efetivadas pela Rami, da Pascom.

_____________________________

Contribua para a reestruturação dos espaços da paróquia faça sua colaboração para uma nova Santo Inácio

_____________________________

Começam os trabalhos Catequéticos

No dia 9 de fevereiro, na missa das 9:30hs com missa presidida pelo Pároco, Padre Mario Pizetta e concelebrada pelo Vigário, Pe. Lucio, e presentes a Equipe de Catequese foram abertas as atividades formativas de catequese. Neste ano teremos a Coordenação da Denise, que terá a colaboração das catequistas:  Neusa, Adaísa, Santina, Ivone, Marília e Sabrina. Os adultos serão acompanhados pela Eliana e os jovens da Crisma pelo Junior. A missa iniciou com a entrada de todas as crianças que iriam começar a catequese. Seguiu a celebração normal. Na homilia, Pe. Mário fez uma exortação afirmando que “a catequese na comunidade é um complemento no caminho da fé que  a criança recebeu da família. Lembrou da importância da família, como base de toda a catequese; A melhor catequese é aquela dada pelo testemunho dos pais. Na catequese vamos também aprender o sentido de comunidade. Após a comunhão, Pe. Mário apresentou a nova coordenadora, toda a equipe de catequistas e no final chamou todas as crianças  na frente, para serem apresentadas. Aquelas que estavam começando a caminhada e também as demais crianças. Após a missa, foi a vez dos pais se encontrarem com a equipe de catequese no espaço alugado pela paróquia, que apresentaram o programa a ser desenvolvido neste ano. As fotos foram feitas pela Mariana.

_____________________________

FREI RICARDO André MARIA Borello, SSP – Discípulo do Divino Mestre

Modelo de todos os leigos que se dedicam ao apostolado da comunicação social – Proclamado Venerável há 30 anos

FREI RICARDO André MARIA Borello, SSP Discípulo do Divino Mestre

A fama de santidade que tinha acompanhado a vida do Frei André Maria, impulsionou ao Fundador, Bem-aventurado Tiago Alberione, a abrir a Causa de Canonização, por ocasião dos cinquenta anos de fundação da Congregação dos Padres e Irmãos Paulinos. O Pe. Alberione afirmou: “Eu mesmo quis que se promovesse esta Causa de Beatificação, porque tenho grande apreço pelas virtudes do Servo de Deus”. O Processo foi aberto em Alba no dia 31 de maio de 1964, aos dezesseis anos de sua morte, e concluído em 23 de junho de 1969. Foi declarado Venerável em 3 de março de 1990 com a assinatura do Decreto, por São João Paulo II, que reconheceu a heroicidade do Frei Ricardo André Maria Borello, ssp. É necessário um milagre reconhecido pela Igreja, e atribuído à intercessão do Venerável, para chegar à Beatificação.

Oração

Senhor nosso Deus, para comunicar ao mundo vosso amor de Pai, enviaste à terra vosso Filho único Jesus Cristo, e o constituíste Mestre, Caminho, Verdade e Vida da humanidade. Por intercessão de vosso fiel discípulo, o Venerável Irmão André Maria Borello, fazei que os instrumentos de comunicação social: imprensa, cinema, rádio, televisão, vídeo, Internet e todos os audiovisuais, sejam sempre empregados para a vossa glória e para a elevação humana e espiritual das pessoas e da sociedade.

Pelo sacrifício da vida ainda jovem do vosso servo Borello, multiplica na Igreja e no mundo os sacerdotes, religiosos e leigos que se consagram a este multiforme apostolado e inspirai a todas as pessoas de boa vontade a cooperar com a oração, ação e meios econômicos, a fim de que, com esses poderosos meios, a Igreja proclame o Evangelho a todos os povos. Glorificai este fiel discípulo, e por sua intercessão concedei-nos a graça que agora vos pedimos… (Pedir as graças de que necessita).

Pai-nosso, Ave-Maria, Glória ao Pai.

Ó Jesus Mestre, Caminho, Verdade e Vida, tende piedade de nós.

Rainha dos Apóstolos, rogai por nós.

São Paulo Apóstolo, rogai por nós.

De todo o pecado, livrai-nos, Senhor.

Venerável Frei Ricardo André Maria Borello, ssp

Local de nascimento: Mango (Cúneo, Itália).

Data de nascimento: 8 de março de 1916.

Morte: 4 de setembro de 1948, Sanfré (Cuneo, Itália).

Venerável: 3 de março de 1990.

_____________________________

RECADO ÀS FAMÍLIAS
Todo dia 18 de cada mês, na Paróquia Santo Inácio de Loyola, na missas da manhã às 7,30 e a tarde às 18 horas, acontece um momento de oração a Mãe Peregrina.Todo dia 18 de cada mês, na Paróquia Santo Inácio de Loyola, na missas da manhã às 7,30 e a tarde às 18 horas,  acontece um momento de oração a Mãe Peregrina.
Vamos pedir a proteção de Deus para nossas famílias. Venha celebrar e participar com a gente.

_____________________________

Batismo: testemunhar a fé na família.Batismo: testemunhar a fé na família.

O segundo sábado de cada mês é sempre muito especial na paróquia Santo Inácio de Loyola. É o dia em que acontecem os batizados comunitários. Por isso, o dia 10 de fevereiro foi uma data de particular alegria para os pais, padrinhos e familiares de três meninas: Maria Luíza, Maria Eduarda e Maria Helena. Pe. Mário, que realizou o sacramento, destacou que, em sua vida de sacerdote, nunca havia batizado, simultaneamente, três meninas chamadas Maria.

O sacerdote lembrou da importância do Batismo na vida da criança e dos pais: a necessidade de testemunhar a fé por parte dos pais e padrinhos. Recordou que, ao batizarmos um filho ou nos tornarmos padrinhos, estamos nos tornando responsáveis, perante a Deus, pela vida destas crianças

_____________________________

ATIVIDADES  DIVERSAS  DA PARÓQUIA

Além das atividades normais da vida da paróquia, os trabalhos pastorais, a paróquia esta procurando dar utilidade ao espaço existente proporcionando atividade úteis á comunidade.

Estamos estudando possibilidades de  outras iniciativas. Informações: 5571-1744

Venha você também participar!

PASCOM

GRUPO MADA | Sexta das 19:00hs às 20:45hs Orientação: Márcia


DESENHO | Terça das 14:00hs às 16:00hs | Orientação: Professora Jarina. BRECHÓ | Quarta e quinta das 9:30hs às 16:00hs | Coordenação: Maria, Dulce, Rita e Heloisa.

DESENHO | Terça das 14:00hs às 16:00hs | Orientação: Professora Jarina.
BRECHÓ | Quarta e quinta das 9:30hs às 16:00hs | Coordenação: Maria, Dulce, Rita e Heloisa.


ALFABETIZAÇÃO | Segunda  à quinta | das 19:00hs às 20:45hs | Orientação: Maria de Lourdes ALONGAMENTO | Quarta das 8:00hs às 9:30hs | Coordenação: Proº Luiz.

ALFABETIZAÇÃO | Segunda  à quinta | das 19:00hs às 20:45hs | Orientação: Maria de Lourdes
ALONGAMENTO | Quarta das 8:00hs às 9:30hs | Coordenação: Proº Luiz.


DIABÉTICOS | Segunda das 08:00hs às 10:00hs | Quarta das 08:00hs às 11:30hs | Orientação: Profº Luiz ESCOLA MUSICAL Violão | Sexta período da manhã | Orientação: Profº Antônio

DIABÉTICOS | Segunda das 08:00hs às 10:00hs | Quarta das 08:00hs às 11:30hs | Orientação: Profº Luiz
ESCOLA MUSICAL Violão | Sexta periodo da manhã | Orientação: Profº Antônio


<p><strong>OFICINA ST. iNÁCIO | </strong>Quarta das 14:00hs às 16:00hs | Orientação: Lídia<br /> <strong>ÓLEO SOBRE TELA | </strong>Quinta das 9:00hs às 11:00hs | 14:00hs às 16:00hs | Coordenação: Marcia,</p>

OFICINA ST. iNÁCIO | Quarta das 14:00hs às 16:00hs | Orientação: Lídia
ÓLEO SOBRE TELA | Quinta das 9:00hs às 11:00hs | 14:00hs às 16:00hs | Coordenação: Marcia,


Papa Francisco - Franciscus Jorge Mario Bergoglio 13.III.2013BÊNÇÃO APOSTÓLICA “URBI ET ORBI”

PRIMEIRA SAUDAÇÃO DO PAPA FRANCISCO

NOSSO NOVO PAPA
Franciscus
Jorge Mario Bergoglio
13.III.2013


Pároco: Pe. Mário Pizetta, SSP
Vigário Paroquial: Pe. Antônio Lúcio Da Silva Lima, SSP

Atendimento secretaria:
Secretárias: Marília e Isabel

Segunda-feira: 15:00hs às 18:00hs
Terça a sexta: 08:00hs às 18:00hs
Sábado: das 08:00hs às 17:00hs
Domingo: das 07:30hs às 13:00hs

Horários de Missas:

2ª feira a 6ª feira: 07:30hs e 18:00hs
5ª feira: 12:00hs
Sábado: 08:00hs e 16:00hs
Domingo: 08:00hs, 09:30hs, 11:30hs e 18:00hs

Atendimento de Confissões:

3ª feira: das 08:00hs às 09:00hs
5ª feira: das 08:00hs às 09:00hs e as 16:00hs
6ª feira: as 16:00hs

Preparação para o Batismo:

Dias de preparação:  1ª e 3ª QUARTA FEIRA DE CADA MÊS
Horário: 19:15hs – 21:00hs  (tolerância de 10 minutos)

Celebração do Batismo:

Segundo sábado de cada mês: 09:00hs

Curso de noivos

Maiores Informações:

Endereço – Rua: França Pinto, 115. Cep: 04016-030 – São Paulo – SP

Total de Visitas: 12635
Fechar Menu