19 de março – Solenidade de São José, Esposo da Virgem Maria e Padroeiro da Igreja Universal (Católica)

19 de março – Solenidade de São José, Esposo da Virgem Maria e Padroeiro da Igreja Universal (Católica)

A Igreja presente no Mundo todo celebra solenemente a santidade de vida do seu Patrono, São José, por isso encontramos na Liturgia: “Celebre a José a corte celeste, prossiga o louvor o povo cristão: Só ele merece à Virgem se unir em casta união”.

São José que veneramos de modo especial neste dia é um dos santos mais conhecidos no Cristianismo, porém sobre sua vida temos poucas informações. Inspirou o nome a dezenas de Santos da Igreja e também a outros cristãos que neste dia comemoram seu onomástico (festa pelo mesmo nome do santo do dia). O nome José em hebraico significa: “Deus cumula de bens” e sem dúvida este simples carpinteiro de Nazaré foi acumulado de bens ao não recusar sua missão de esposo da Virgem Maria e pai legal de Nosso Senhor Jesus Cristo: “Ao despertar, José fez o que o Anjo do Senhor lhe prescrevera: acolheu em sua casa a sua esposa” (Mt 12,4).

A grande devoção dos cristãos para com São José, que o elevou a modelo de pai, operário, protetor da Sagrada Família e da grande Família de Deus que é a Igreja, está fundamentada nas Sagradas Escrituras e Tradição. Embora na Bíblia pouco se fale sobre José, o que nos é comunicado testemunha com clareza seu papel indispensável à Missão do Cristo, como homem justo, trabalhador, silencioso e com fé suficiente para ser digno de ser elo entre o Antigo e o Novo Testamento e conferir a Jesus linhagem de Davi, como já estava profetizado quanto ao Messias.

Em 1621, o Papa Gregório XV declarou de preceito a festa litúrgica deste dia; o Papa Pio IX elegeu São José Padroeiro da Igreja Universal (Católica). Outros Papas o enriqueceram de outros títulos, instituindo uma segunda comemoração no dia 1º de maio, ligada a seu modesto e nobre ofício de artesão ou carpinteiro ou operário.

Deus todo-poderoso, pelas preces de São José, a quem confiastes as primícias da Igreja, concedei que ela possa levar à plenitude os mistérios da salvação. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Fechar Menu