O Domingo Da Misericórdia

O Domingo Da Misericórdia

A celebração do segundo domingo da Páscoa, o domingo da Misericórdia, foi  instituído por São João Paulo  II, em 31 de abril de 2000, e aconteceu de forma Online na paróquia Santo Inácio de Loyola e São Paulo Apóstolo. Esta devoção nos lembra que “ Deus é misericordioso”. Esta data nos faz voltar para o ano de 1931, quando Santa Faustina recebeu esta visão do Senhor para todos implorarem a misericórdia de Deus. A missa foi presidida pelo Pe. Mário Pizetta, pároco, que na homilia lembrou das leituras: A primeira dos Atos dos Apóstolos, refere-se ao  modelo de comunidade ideal: a que escuta a Palavra, vive em união e caminha na solidariedade (cf. At 4,32-35). A segunda, de São João, fala da identidade daquele que segue o ressuscitado: “aquele que ama conhece a Deus e observa os mandamentos” (cf. 1Jo 5,1-6). O caminho do amor é o caminho do ressuscitado. No evangelho lembrou os dois momentos em que Jesus aparece aos discípulos. O primeiro que Tomé não estava e aquele que o Apóstolo estava. No primeiro momento disse Jesus: “recebam o Espírito Santo, aqueles a quem perdoardes os pecados, eles serão perdoados, a quem os não perdoardes, eles serão retidos”(cf. Jo 20,22-23). É deste texto que São João Paulo II proclama o dia da misericórdia. No final de sua reflexão o celebrante citou várias frases importantes do diário da Santa Faustina, entre elas: ”Prolongo-lhes o tempo da Misericórdia, mas ai deles se não reconhecerem o tempo da minha visita” (Diário 1160). A missa foi animada pelo Gomes e dela participaram algumas pessoas da comunidade para as leituras. As fotos foram feitas pela Rami, da Pascom.

Fechar Menu