Sexta-Feira da paixão: um grande silêncio cobriu a terra!

Sexta-Feira da paixão: um grande silêncio cobriu a terra!

Uma forte novidade da Sexta-feira Santa foram as cruzes colocadas ao longo do corredor da nave da igreja, uma iniciativa da família  Elizabete e o Domenico.  Nelas estavam simbolizadas as 300.000 mil mortes provocadas pelo coronavírus. A celebração  constou de três partes: A Proclamação da Paixão, feita pela Bruna, Boni e Angela. A Adoração da Cruz, momento todo especial onde o pequeno grupo de pessoas presentes ajoelharam-se  e por muitos minutos rezou-se em silêncio. Seguiu a Oração Universal, feita pelo celebrante e a Manoela  e o Rito da Comunhão. A organização da celebração esteve a cargo da Angela, Gabriela, do Boni e colaboradores. No final da celebração a imagem do Cristo Morto, carregada pelo Luiz e o Fábio foi trazida até a frente do altar e cantou-se o canto Vitória, significando que a morte na cruz não era um fracasso, mas sinal de vitória. A celebração foi presidida pelo Pe. Mário e os poucos cantos foram animados pelo Gomes. Fotos registradas pela Rami, da Pascom. A transmissão, via Facebook e Youtube,  ficou a cargo de Felix Junior, Lucas, Fábio e Neuza.

Fechar Menu