6 de fevereiro – Memória de São Paulo Miki, e seus companheiros, mártires

6 de fevereiro – Memória de São Paulo Miki, e seus companheiros, mártires

Paulo Miki nasceu no Japão por volta dos anos 1564 ou 1566. Catequista, ingressou na Companhia de Jesus (Jesuítas) e ordenou-se sacerdote. Era de família rica.

No dia 5 de fevereiro de 1597 em Nagasaki, Japão, foram martirizados três Jesuítas, entre os quais Paulo Miki, com 17 leigos japoneses, entre os quais 2 adolescentes de 11 e 13 anos, e 6 Franciscanos espanhóis. Suspensos numa cruz, antes de serem transpassados com golpes de espadas, impressionaram os presentes pela alegria de serem associados à paixão de Cristo. Foram canonizados em 1862.

Antes de morrer São Paulo Miki afirmou: “Se aqui cheguei a este grave momento, espero que ninguém tenha dúvidas quanto à minha sinceridade ou pense que eu estou mentindo. Por isso eu lhes digo: Não há outro caminho de salvação a não ser Cristo Jesus”. Perdoou a todos e entregou a sua alma a Deus.

Ó Deus, força dos santos, que em Nagasaki chamastes à verdadeira vida São Paulo Miki e seus companheiros pelo martírio da cruz, concedei-nos, por sua intercessão, perseverar até a morte na fé que professamos. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Fechar Menu