Na Escuta e no Acolhimento, a Revelação dos Mistérios de Deus

O quarto domingo do tempo ADVENTO, ano C, nos coloca diante de uma atitude muito normal da vida: Escutar e acolher. No plano da fé, quando estão associadas estas duas atitudes, encontramos as maravilhas do criador. Vejamos como as leituras concretizam esta  realidade:

A primeira leitura, de 2 Sm, vemos que Davi se lamenta com o profeta Natã: “Vivo num palácio e a  Arca de Deus numa tenda”. Natã diz a Davi que deve seguir a sua consciência. Davi constrói o templo. O Senhor recorda a Davi os feitos realizados, e conclui: “ Eu serei para ele um pai e ele será para mim um filho”. O Senhor promete que estará sempre ao lado de Davi : “tua casa e teu reino serão estáveis”( 2 Slm 7,1-5.8-12.16).

No  evangelho, Lucas narra o encontro do Anjo com Maria. Inicialmente saúda  Maria: “Alegra-te cheia de graça”. Maria  fica surpresa com esta visita. No entanto o anjo lhes diz: “Não tenhas medo”, e o anjo anuncia a grande notícia: “ Eis que conceberás um filho…” Maria questiona: “ Como acontecerá isto, se eu não conheço nenhum homem?”. O anjo a tranquiliza: “ O Espirito Santo virá sobre tí…”. Embora não compreendesse tudo, a grande resposta humana: “Eis aqui a serva do Senhor…”(cf. Lc 1,26 – 38).

Na segunda leitura Paulo faz um ato de  louvor a Cristo e  é na sua palavra que encontraremos a revelação dos mistérios de Deus. (cf. Rm 16,25-27). Licões que podemos aplicar em nossa vida.

Davi, por meio do profeta Natã acolhe o pedido d Senhor, assim também nós, muitas vezes, Deus nos fala por meio de seus agentes, importante é escutar.

O evangelho nos ensina a sermos acolhedores  e disponíveis  diante da  vontade do Senhor. Maria é o grande exemplo de acolhida ao projeto de Deus. É a nova Arca da Aliança.

A primeira leitura nos mostra como precisamos preparar bem a nossa  casa para acolher Deus em nossa vida. A Deus precisamos dar o que de melhor existe em nós. Precisamos dar tempo para Deus. Deus estará sempre conosco se permanecermos na sua palavra.

A segunda leitura, à luz de Paulo, precisamos também nós fazer o nosso canto de louvor pelas maravilhas que Deus vai realizando na nossa vida através da fidelidade a sua palavra.

Por último, ainda nos falta alguns dias para celebrar o Natal, vamos preparar bem a nossa casa. Vamos abrir nossa casa par acolhermos Jesus.

Pe. Mário Pizetta, ssp
Pároco

Fechar Menu