5 de setembro Santo Herculano, mártir

5 de setembro Santo Herculano, mártir

O Santo Herculano, que hoje é comemorado, foi martirizado no Porto, perto de Roma, em 180. No Martirológio, a sua figura constitui, mais que qualquer outra, uma interrogação, pela falta de datas seguras e pela incerteza suscitada nos estudiosos da história de seu martírio.

Ele teria sido um militar romano, o qual, durante o império do “Pio” Antonino, fora encarregado de escoltar ao martírio o Bispo Santo Alexandre. Também este último é uma personagem problemática; em seu martírio conta-se como, antes de ser decapitado, sofreu repetidas torturas, que não só não o fizeram retroceder na fé, mas tampouco conseguiram esfolá-lo. Com esses prodígios, o soldado compreendeu que o Deus dos cristãos era mais poderoso que o do imperador, e que a fidelidade dos confessores de Jesus era mais heroica que a obediência militar. Por isso, também ele declarou a própria fé, e tanto ele como o seu companheiro sofreram numerosos tormentos, antes deter a cabeça mutilada, ou, segundo uma outra tradição, antes de serem jogados em um lago, com uma grande pedra atada ao pescoço.

Deus, nosso Pai, tornai-nos testemunhas da vossa paixão, morte e ressurreição no mundo. Que comunguemos no dia-a-dia de nossa vida, e na caminhada de nossas gentes pelos caminhos da história, todo sangue derramado, todo corpo crucificado, todo rosto desfigurado, todo cérebro lavado, todo ser humano usado e manipulado ontem, hoje e amanhã, sob o pretexto da defesa da liberdade, da justiça, da paz, da ordem e da lei, ou em nome da “civilização cristã”. O mal seja vencido, o egoísmo e a ganância sejam banidos da face da terra. Celebremos assim, antecipadamente, a nossa vida em Deus, Senhor da História e Consolador dos vivos e dos mortos. Amém.

Fechar Menu