10 de julho – Santos Sete Irmãos, mártires

10 de julho – Santos Sete Irmãos, mártires

Nos tempos do Imperador Antonino, foi presa e encarcerada a nobre senhora Felicidade com seus cristianismos filhos”. Assim começam as Atas do martírio de Santa Felicidade e dos seus Sete Filhos.

Lê-se no Martirológio Romano, juntamente com a forma do martírio: “Em Roma (festeja-se) a paixão dos Santos Sete Irmãos mártires, isto é, Januário, Félix, Filipe, Silvano, Alexandre, Vidal e Marcial no tempo do Imperador Antonino, quando era Prefeito da cidade Públio. Entre esses, Januário, após ter sido açoitado com varas e padecido no cárcere, foi morto com flagelos chumbados; Félix e Filipe foram espancados com bastão até a morte; Silvano foi jogado num precipício; Alexandre, Vidal e Marcial foram sentenciados à pena capital”.

As Atas do martírio concluem com este grito de triunfo: “Assim, mortos por diversos suplícios foram todos vencedores e mártires de Cristo e, triunfando com a mãe, voaram ao céu para receber os prêmios que tinham merecido. Eles que, por amor a Deus desprezaram as ameaças dos homens, as penas e os tormentos, tornaram-se no reino dos céus amigos de Cristo, que, com o Pai e o Espírito Santo vive e reina por todos os séculos. Amém”.

Fechar Menu