29 de junho – Solenidade de São Pedro e de São Paulo, apóstolos e mártires

29 de junho – Solenidade de São Pedro e de São Paulo, apóstolos e mártires

A solenidade dos Santos Pedro e Paulo é uma das mais antigas e mais solenes do ano litúrgico. Ela foi inserida no Santoral muito antes da Solenidade do Natal e havia desde o século IV o costume de celebrar neste dia três Missas. A primeira na Basílica de São Pedro no Vaticano, a segunda na Basílica de São Paulo fora dos Muros e a terceira nas Catacumbas de São Sebastião, onde as relíquias dos dois Apóstolos tiveram de ser escondidas por algum tempo para subtraí-las à profanação. Depois da Virgem Santíssima, são precisamente São Pedro e São Paulo, juntamente com São João Batista, os Santos comemorados mais frequentemente e com maior solenidade no ano litúrgico: além da solenidade do dia 29 de junho há de fato o dia 25 de janeiro (conversão de São Paulo), 22 de fevereiro (Cátedra de São Pedro) e 18 de novembro(Dedicação das Basílicas dos Santos Pedro e Paulo).
O martírio de ambos é um dado histórico incontestável e está provado que aconteceu em Roma durante a perseguição de Nero. São Pedro foi martirizado na Colina Vaticana e São Paulo na localidade agora denominada Três Fontes.
São Pedro e São Paulo de fato, embora não tenham sido os primeiros a trazer a fé a Roma, foram realmente os fundadores da Roma cristã: um antigo hino litúrgico definia-os como pais de Roma; um dos hinos do novo breviário fala de Roma que foi “fundada em tal sangue”. A palavra e o sangue são a semente com que os Santos Pedro e Paulo, unidos com Cristo, geraram e geram a Roma cristã e a Igreja inteira.
Ó Deus, que hoje nos concedeis a alegria de festejar São Pedro e São Paulo, concedei à vossa Igreja seguir em tudo os ensinamentos destes Apóstolos que nos deram as primícias da fé. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Fechar Menu