20 de maio – Memória Facultativa de São Bernardino de Sena, presbítero

20 de maio – Memória Facultativa de São Bernardino de Sena, presbítero

As Prédicas populares de São Bernardino de Sena chegaram até nós com toda a naturalidade e o estilo rápido e colorido com que eram pronunciadas nas várias praças italianas. Relendo-as hoje percebe-se a atualidade dos temas entre os quais os mais frequentes eram aqueles sobre a caridade, humilde, concórdia e justiça. Fustigava a avareza dos novos ricos, mercadores, banqueiros, usuários.

São Bernardino, canonizado em 1450, isto é, somente seis anos após a morte, na cidade de Áquila em 20 de maio de 1444, tinha nascido em 1380 em Massa Marítima da nobre família senense dos Albizzeschi. Ficou órfão de pai e mãe ainda muito jovem e foi criado em Sena por duas tias. Frequentou a Universidade de Sena até aos 22 anos, quando abandonou a vida mundana para vestir o hábito franciscano. Dentro da Ordem tornou-se um dos principais propugnadores da Reforma dos Franciscanos Observantes. Arauto da devoção ao nome de Jesus, fazia incidir o monograma “JHS” sobre tabuinhas de madeira que dava para o povo beijar no fim do discurso. São Bernardino é o Patrono dos Publicitários Italianos.

Ó Deus, que destes ao presbítero São Bernardino de Sena ardente amor pelo nome de Jesus, acendei sempre em nossos corações a chama da vossa caridade. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Fechar Menu