Em meio ao silêncio, o vazio do templo, a luz brilhou

Em meio ao silêncio, o vazio do templo, a luz brilhou

Dessa forma podemos dizer que foi a celebração da Vigília Pascal de 2020. Não havia a fogueira no pátio da igreja, mas sentia-se o calor que vinha das pessoas que nos acompanhavam de suas casas. Também não haviam as velas acesas do povo, mas a fé no Ressuscitado que vinha da casa de muitos paroquianos e admiradores que participavam da celebração pelo Facebook. A celebração começou quando Pe. Mário acendeu o Círio Pascal, de uma pequena luz que estava nas mãos do Pe. Lucio, e fazendo a incisão sobre o Círio expressou estas palavras: Cristo ontem e  hoje; Alfa e Ômega, e  cravou os cravos, e em voz forte, por três vezes, fez o anúncio: A luz de Cristo. Em seguida, Pe. Lucio cantou a Proclamação da Páscoa: Exulte de alegria…Ainda na penumbra foram lidas algumas das leituras propostas. O glória foi cantado e as luzes da nave foram acesas. Não teve homilia. Após o evangelho foi dada a bênção da água. Na renovação das promessas batismais, o povo foi convidado a renovar junto. A Pascom da paróquia  organizou a transmissão da missa.

Fechar Menu