13 de fevereiro  – São Benigno de Todi, mártir

13 de fevereiro  – São Benigno de Todi, mártir

O mártir deste dia – 1 dentre os 18 santos que levam esse nome – nasceu e foi presbítero de Todi, que se distinguiu por sua retidão e caridade. Pertence aos mártires da última perseguição, no início do século IV, sendo imperadores, Diocleciano e Maximiano. Enfrentou com serenidade e coragem exemplar as torturas a que o submeteram, pois fora considerado responsável pela propagação do cristianismo naquela aprazível localidade. Assim, foi decapitado e seu corpo enterrado na estrada que liga Todi a Vicus Martis, onde futuramente se edificaria um mosteiro beneditino. Em 1904 suas relíquias foram colocadas no altar-mor da Igreja de São Silvestre, fechadas numa urna de prata datada de 1679.

Deus, nosso Pai, que teu nome seja santificado nos pobres e humildes que, entretanto, têm fé e esperança em ti e, por isso, organizam-se e lutam para que se respeite sua dignidade. Em todos aqueles que trabalham dia e noite a fim de arrancarem seus irmãos e irmãs do analfabetismo, da enfermidade, da exploração e da perseguição. Na morte de teus santos mártires… e dos milhares de teus filhos que, por amor a seus irmãos e respeito à vida de teus pobres, foram torturados e assassinados, da mesma forma que fizeram com teu Filho e Irmão Nosso Jesus Cristo. Amém.

Fechar Menu