Bem-Aventuranças: nosso caminho de felicidade

BEM-AVENTURANÇAS: NOSSO CAMINHO DE FELICIDADE

No trigésimo primeiro  domingo do tempo Comum, Ano C, celebramos, no Brasil, a festa de todos os Santos. Recordamos nesse dia todos aqueles que seguiram e esforçaram-se para serem fiéis a Jesus. Quando lemos as Bem-aventuranças, anunciadas por Jesus, relembramos Moisés  que recebeu  as tábuas da lei e entregou ao povo. Jesus, no encontro com as multidões também nos deixa as bem-aventuranças, o grande projeto de Jesus. As bem aventuranças representam o caminho de nossa felicidade. Vejamos as leituras:

Na primeira leitura, Joao, apresenta uma visão apocalíptica, onde ele vê uma grande multidão. O texto nos mostra que eles vieram da grande tribulação, foram aqueles que superaram todas as adversidades deste mundo (Ap. 7,2-4.-14).

O evangelho nos apresenta as bem-aventuranças, e o papa Francisco em seu livro Gaudete e Esultate refere-se às Bem aventuranças com sendo “ a carteira de identidade do cristão”. Olhando para os nossos Santos e Santas, constatamos que todos eles viveram intensamente as bem-aventuranças (cf. Mt 5,1-12).

Na segunda leitura, João nos dirá que somos amados por Deus, somos seus filhos, e que um dia teremos a oportunidade de ver jesus quando Ele virá em sua glória (cf.1Jo 3,1-3).

Santidade é graça de Deus, ela está ao alcance de todos. Da parte humana, cabe-nos a caminharmos na fidelidade aos valores que Jesus nos deixou, no Amor conhecemos a Deus.

Pe. Mário Pizetta, ssp
Pároco

Fechar Menu