9 de dezembro – Santa Leocádia, mártir

9 de dezembro – Santa Leocádia, mártir

É a padroeira da cidade de Toledo (Espanha). Deu testemunho da fé durante a perseguição de Diocleciano. Era uma mulher bonita, nobre e possuidora de grande fortuna. Denunciada por ser cristã, foi presa e levado ao tribunal. “Foi interrogada, confessou; atormentaram-na, e Deus concedeu-lhe a coroa”. Depois de torturada, foi lançada numa prisão. Com as unhas, fez uma cruz na parede, vindo a falecer no dia 9 de dezembro de 304. Os cristãos de Toledo construíram-lhe três igrejas: uma no lugar onde nasceu; outra, no lugar onde foi presa; e a terceira, no lugar onde teve a sua sepultura.

Deus, nosso Pai, que as contradições do tempo, geradas pelo egoísmo do coração humano, não arrefeçam o nosso amor e a busca da justiça que de vós procedem. Dai-nos uma fé robusta e vigorosa para assumirmos nossa caminhada de seguidores de Jesus. Dai-nos humildade sincera para reconhecermos nossas faltas e repararmos nossos erros. Dai-nos constância, para não esmorecermos nas horas árduas e adversas. Dai-nos alegria, a vossa alegria e paz, que procedem da certeza de que vós estais vivo e presente no meio de nós.

Glória ao Pai, ao Filho, e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

São João Diego

João, nascido no México em 1474 e lá falecido em 1548, pertencia à mais baixa classe do império asteca. Convertido à fé cristã, foi testemunha das aparições de Nossa Senhora de Guadalupe e o primeiro índio da América a ser canonizado.

Ó Deus, que o exemplo de vossos santos nos leve a uma vida mais perfeita e, celebrando hoje a memória de são João Diego, imitemos constantemente suas ações. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Fechar Menu