Olhar com esperança para o futuro

A liturgia deste domingo nos incentiva a olhar para frente, um olhar fixo em nosso futuro, sermos pessoas portadoras de esperança.

A primeira leitura mostra o exemplo de uma família judia onde sete irmãos e a mãe, que mesmo sob torturas, foram resistentes até a morte em vista do futuro. O último deixa este testemunho: “prefiro ser morto pelos homens, tendo em vista a esperança dada por Deus , que um dia nos ressuscitará” (cf. 2Mac 7,1-2.9-14).

O evangelho, relatará o questionamento de alguns saduceus que questionam a ressureição. Jesus responderá a estas dúvidas afirmando que Deus não é um Deus dos mortos, mas dos vivos” (cf. Lc 20, 27-38).

Na segunda leitura, Paulo, reforça a importância de rezar pelos que estão a serviço do evangelho, rezarmos uns pelos outros para que o Senhor dirija os nossos corações ao amor de Deus e firmes na esperança. A oração nos leva a maior compreensão da ação do Espirito, quando rezamos estamos dialogando com Deus e melhor compreendemos o ser humano. (cf. 2Ts 2,16-3,5)

Pe. Mário Pizetta, ssp
Pároco.

Fechar Menu