Recados da semana 06 – 03 – 2021

SECRETARIA RETORNA A AREA DA PARÓQUIA: A secretaria já está funcionando ao lado da igreja. VIA SACRA DA QUARESMA EM...
Read More
Recados da semana 06 – 03 – 2021

7 de março – Memória das Santas Perpétua e Felicidade, mártires

Perpétua, uma jovem mãe de 22 anos, escreveu na prisão um diário de tudo o que aconteceu até a vigília...
Read More
7 de março – Memória das Santas Perpétua e Felicidade, mártires

07 de Março – Pensamentos Bem Aventurado Tiago Alberione

Somos rodeados de necessidades e cheios de misérias e fraquezas. Em geral, só o Senhor pode socorrer-nos; por isso também...
Read More
07 de Março – Pensamentos Bem Aventurado Tiago Alberione

6 de março – Santa Rosa de Viterbo

Santa Rosa de Viterbo pertencia a uma modesta família. Desde muito pequena começou a operar prodígios. Na Biografia Segunda existem...
Read More
6 de março – Santa Rosa de Viterbo

06 de Março – Pensamentos Bem Aventurado Tiago Alberione

Não sejamos daqueles que exigem tantos dos outros e pouco de si mesmos. Evitemos deixar aparecer o bem para sermos...
Read More
06 de Março – Pensamentos Bem Aventurado Tiago Alberione

5 de março – São Teófilo, bispo e confessor

Teófilo foi um dos mais ilustres Bispos da Igreja do Oriente em fins do século II. Tornou-se célebre pelo seu...
Read More
5 de março – São Teófilo, bispo e confessor

05 de Março – Pensamentos Bem Aventurado Tiago Alberione

O mistério de Cristo-operário parece-nos mais profundo do que o mistério da Paixão e Morte... O suor de sua fronte...
Read More
05 de Março – Pensamentos Bem Aventurado Tiago Alberione

4 de março – Memória Facultativa de São Casimiro, príncipe

A rainha Isabel de Hasburgo, mãe de Casimiro, o terceiro filho de Casimiro IV, rei da Polônia e grão-duque da...
Read More
4 de março – Memória Facultativa de São Casimiro, príncipe

04 de Março – Pensamentos Bem Aventurado Tiago Alberione

Não existe amor isento de dor; não há santidade sem mortificação nem redenção sem sangue.
Read More
04 de Março – Pensamentos Bem Aventurado Tiago Alberione

3 de março – São Marino, mártir

O historiador Eusébio começa contar a história de São Marino afirmando que a Igreja estava em paz em todos os...
Read More
3 de março – São Marino, mártir

Recados da Semana

  1. SECRETARIA RETORNA A AREA DA PARÓQUIA: A secretaria já está funcionando ao lado da igreja.
  2. VIA SACRA DA QUARESMA EM FAMÍLIA: Convidamos e incentivamos cada família fazer a sua Via Sacra.
  3. INFORMATIVO DE JAN- FEV: está na saída  da igreja, vamos levá-lo. Vamos valorizar este importante instrumento de comunicação.
  4. SEMANA SANTA: Obrigado a todos que vieram na 1ª reunião da Semana Santa.

OBRAS NA SEMANA

Concluímos o serviço de rebouco da parede externa do pavimento das salas e parte interna de uma sala que faltava no 1º pavimento. Pequenos complementos na secretaria, banheiros e escritórios.

NOVOS COLABORADORES DA CAMPANHA

Na semana que passou crescemos de 260-270  carnês. OBRIGADO!, MUITO OBRIGADO! a todos os Paroquianos, Amigos e  Admiradores da paróquia  que entraram nesta campanha e ainda,  incentivam outras pessoas para participarem. A união de todos fará levar em frente o Acabamento.

Formas de COLABORAÇÃO:

BRADESCO – Paróquia Santo Inácio de Loyola

Dízimo: Ag. 0108-2  C/C: 328148-5

Obras: Ag. 0108-2    C/C: 323730-3

CNPJ: 63.089.825/0293-98

Atenciosamente,
Pe. Mário Pizetta, ssp

Pároco

Mensagem da semana

O sofrimento nos faz crescer e compreender o projeto de nossa existência

A Liturgia deste 5º domingo do tempo comum nos deixa algumas questões fundamentais, entre elas, o sofrimento: Jó na primeira leitura faz um questionamento: “ a vida do homem sobre a terra não é uma luta?” Que sentido têm o sofrimento e a dor que acompanham a caminhada do homem pela terra? Qual a “posição” de Deus face aos dramas que marcam a nossa existência? O projeto de Deus para o homem não é um projeto de morte, mas de vida, felicidade sem fim.

Na primeira leitura, um crente chamado Jó comenta, com amargura e desilusão, o fato de sua vida estar marcada por um sofrimento atroz e Deus parece estar  ausente e indiferente face ao desespero em que a sua existência decorre… Apesar disso, é a Deus que Jó  se dirige, pois sabe que Deus é a sua única esperança e que fora d’Ele não há possibilidade de salvação(cf. Jó 7,1-4.6-7)

No Evangelho, encontramos dois momentos: Inicialmente Jesus cura a sogra de Pedro e ela se coloca a servir. Deus nos liberta para servir. Num segundo momento Jesus encontra-se a sós com os discípulos, mas a multidão o procura, mas Jesus fala aos discípulos que existem outros onde o evangelho precisa chegar. Neste sentido vemos que Jesus tem uma preocupação eterna com a felicidade dos seus filhos. Na ação libertadora de Jesus em favor dos homens, começa a manifestar-se esse mundo novo sem sofrimento, sem opressão, sem exclusão que Deus sonhou para os homens. O texto sugere, ainda, que a ação de Jesus tem de ser continuada pelos seus discípulos (cf. Mc 1,29-39)

A segunda leitura, Paulo confessa que pregar o evangelho  não é motivo de glória, mas uma necessidade, uma  obrigação. Paulo sente a responsabilidade da missão: ”ai de mim se  eu  não evangelizar. No evangelho, os discípulos de Jesus assumiram no sentido de testemunhar diante de todos os homens a proposta libertadora de Jesus. Os discípulos de Jesus não podem ser guiados por interesses pessoais, mas sim pelo amor a Deus, ao Evangelho e aos irmãos(cf. 1Cor 9,16-19.22-23). Vejamos algumas conclusões:

Jó nos alerta que “a  vida é um sopro”, ela é muito breve, muito breve.

Paulo, nos dá uma orientação sábia de como viver:” capacidade de adaptação às realidades sem perder a própria identidade”, “por causa do evangelho fazer-se  tudo para ter parte nele” .

O evangelho nos mostra que eram numerosas os doentes  que eram levadas para Jesus. Nos pede para que sejamos sempre solidários com os que sofrem.

Pe. Mário Pizetta, ssp
Pároco

Leia esta e outras mensagens de semanas anteriores

Convertei-vos e crede no Evangelho

A paróquia Santo Inácio programou para o início da Quaresma e Abertura  da Campanha da Fraternidade  Ecumênica três celebrações: 8; 12 e 18 horas. Todas elas tiveram uma significativa participação. As missas foram celebradas pelo pároco, Pe. Mário,  e contaram com a colaboração dos paroquianos nas leituras e organização. Os cantos foram animados pelo Gomes, Antônio e João Paulo. Fotos do Basile e da Rami. Na homília o celebrante lembrou que a Quaresma é um tempo privilegiado de nos aproximar mais de Deus, através do caminho da conversão. Lembrou as palavras fortes vindas da Liturgia: “Rasgai o coração não as vestes”, ”Voltai para o Senhor”, “Perdoa Senhor o teu povo”, textos tirados da 1ª leitura do profeta Joel. Recordou ainda palavras fortes da segunda leitura: “ Deixai-vos reconciliar, este é o tempo favorável” (cf. 2Cor 20-6,2). O pároco também  recordou o início da Campanha da Fraternidade  Ecumênica 2021, preparada pelo CONIC (Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil), que neste ano tem como tema e lema: “Fraternidade e Diálogo, Compromisso de Amor, Cristo é a nossa Paz: do que era dividido, fez uma unidade”. Um convite ao diálogo, a construção da fraternidade. Vivemos num mundo de polarizações.  Não podemos admitir que quem pensa contrário a mim seja meu inimigo.  Lembrou ainda as palavras do Papa Francisco: ”A paz somente é possível com a mudança do coração”. Na missa também foram distribuídas as Cinzas, sinal de nossa vontade de conversão.

MISSA ESPECIAL PARA UMA DATA HISTÓRICA

A  data de 21 de fevereiro de 2021, ficará para a história da paróquia como  um momento  muito especial. Nesse dia, São Paulo Apóstolo, foi  nomeado, pelo cardeal Dom Odilo Pedro Scherer  e seus Bispos auxiliares como co-padroeiro  da paróquia Santo Inácio de Loyola. Portanto, a paróquia a partir de agora chamar-se-á Paróquia Santo Inácio de Loyola e São Paulo  Apóstolo. A festa será celebrada sempre no dia 25 de janeiro, por ocasião da Conversão de São Paulo. Presidiu a celebração Dom Odilo, e foi concelebrada pelo provincial dos Paulinos, Pe. Claudiano, pelo pároco Pe. Mário Pizetta, Pe. Everton, chanceler da Mitra Arquidiocesana de São Paulo, e pelos sacerdotes Paulinos Pe. Sílvio, Pe. Guilherme e os diáconos Paulinos. Estiveram presentes  na celebração membros da Família Paulina e Religiosos(as) e paroquianos. Na homilia, o celebrante exortou  a todos sobre o entusiasmo desses dois santos pelo evangelho. Os cantos da missa foram organizados pelo João Paulo e Ricardo. As leituras da missa foram feitas pelos paroquianos. No final da celebração, na porta da igreja foi tirado um manto que cobria o quadro do decreto. As fotos foram feitas pela Rami, da Pascom.

Nomeação São Paulo Apóstolo na Paróquia Santo Inácio

Um convite ao diálogo e a fraternidade

A primeira sexta-feira do mês de fevereiro, que ocorreu no dia 5, pe. Mário, pároco, que presidiu os dois momentos de adoração, às 12 e 18 horas, apresentou a temática da Campanha da Fraternidade Ecumênica de 2021 que tem  como Tema: “ Fraternidade e Diálogo: compromisso de amor” e o Lema: “Cristo é a nossa paz: do que era dividido, fez uma unidade”(cf. Ef 2,14). Este ano, a CFE quer “convidar as comunidades de fé  e pessoas de boa vontade para pensar, avaliar e identificar caminhos para superação das polarizações  e das violências que marcam o mundo atual”. Associado a CFE  foram apresentadas para a oração algumas palavras do Papa Francisco, por ocasião  do 1º dia Internacional  da Fraternidade: “Hoje não há tempo para a indiferença, não podemos lavar as mãos, ou somos irmãos ou tudo desmorona”. Continua o Papa: “É o momento da certeza de que um mundo sem irmãos é um mundo de inimigos”, ”Uma paz que só pode ser alcançada com um coração fraterno”.

Após um tempo pessoal de oração, a comunidade rezou uma dezena do terço, o quinto mistério doloroso: ” Jesus morre na cruz”.

Logo em seguida houve a bênção. Durante a oração foram tocadas algumas músicas instrumentais com violino pelo Lucas. As fotos foram feitas pela Rami, da Pascom. Teve a colaboração da Eva.

“Do mal da garganta e de qualquer outra doença”

No dia 3 de fevereiro, celebramos São Brás. Nesse dia aconteceu na paróquia a  bênção da garganta, que neste ano de 2021, foi um pouco diferente. Não houve a imposição das velas, como de costume, devido a pandemia, mesmo assim, a bênção aconteceu, de acordo com as orientações da CNBB. O sacerdote, com as velas cruzadas em um só momento deu a bênção sobre todos,  fazendo a oração tradicional: “Por intercessão de São Brás, bispo e mártir, livra-te Deus do mal da garganta  e de qualquer outra doença. Em nome do Pai, do Filho e Espírito Santo”. A bênção foi dada na missa ao meio dia e também da noite, às 18 horas. Na liturgia, Pe. Mário, que presidiu as celebrações, lembrou as palavras da carta aos Hebreus: “ O Senhor corrige a quem ama, e castiga quem o considera filho”(cf. Hb 12,6) e voltando para o evangelho lembrou, à luz também da carta aos hebreus, a frase: ” que nenhuma raiz venenosa cresça no meio de vós” (cf. Hb 12,15b), aplicando ao mal do preconceito. Também nas missas foi rezado por todos os enfermos, de modo especial os acometidos pela COVID-19. Um número significativo de pessoas participou das celebrações nos dois horários. As fotos foram registradas pela Rami, da Pascom, com a colaboração de  Liliane.

Tríduo de São Paulo na Paróquia Santo Inácio de Loyola

Entre os dias 22-25 de janeiro de 2021, a paróquia Santo Inácio de Loyola viveu momentos Paulinos, isto é, celebrando São Paulo, através de um tríduo especial. No primeiro dia, abriu o tríduo, Pe. Nilo Lusa, refletindo São Paulo e a Igreja. No segundo dia, presidiu a celebração Pe. Manoel Quinta, que aprofundou a relação entre São Paulo e a Família Paulina. No terceiro dia, presidiu a missa o Pe. Paulo Bazaglia, que por ser o Domingo da Palavra de Deus,  explicou como a Palavra na vida de Paulo foi importante através de suas cartas para a formação da Igreja nas origens. No dia da Conversão presidiu a missa o Pe. Claudiano Avelino, provincial dos Paulinos,  concelebrada pelo Pe. Mário Pizetta, que organizou e coordenou o tríduo juntamente com os paroquianos e o diácono Deivid Rodrigo dos Santos Tavares, também Paulino. Na homilia, o celebrante, aprofundou aspectos da narrativa da Conversão de São Paulo descrita pelo  apóstolo, afirmando que cada missa deveria haver “uma pequena conversão”. Todos os dias animaram os cantos equipes diferentes, assim como comentaristas, leitores e ministros, a participação foi significativa. Todos os dias as celebrações tiveram transmissão pelo Face.  No final de sua homilia, informou a todos que o Cardeal Odilo Scherer  havia acolhido o pedido dos Paulinos para colocar também São Paulo como padroeiro, reconhecendo a presença dos Paulinos nesta paróquia, que a comunidade aplaudiu. Fotos de Ken CHU

Papa Francisco Institui: ” O Domingo Da Palavra De Deus”

No dia 30 de setembro de 2020, com o Motu Proprio “Aperuit illis”, o Santo Padre estabeleceu “o III Domingo do Tempo Comum, como o Domingo da Palavra de Deus. Com esse documento, o Santo Padre quer “resgatar a reflexão e divulgação  da Palavra de Deus”. A data da publicação coincide com a  memória litúrgica de São Jerônimo, que lembra os 1.600 anos de sua morte. Recordemos que São Jerônimo é o tradutor da Bíblia para o Latim. Sobre a Bíblia  afirmava: “A ignorância das Escrituras é a ignorância de Cristo”. “Jesus abre as mentes das pessoas para a compreensão das Escrituras”

Com o “O Domingo da Palavra de Deus”, sublinha o Pontífice, “situa-se num período do ano que convida a reforçar os laços com os judeus e a rezar pela unidade dos cristãos”.

“A Bíblia”, alerta o Papa, “não pode ser patrimônio só de alguns e, menos ainda, uma coletânea de livros para poucos privilegiados (…). Muitas vezes, surgem tendências que procuram monopolizar o texto sagrado, desterrando-o para alguns círculos ou grupos escolhidos. Não pode ser assim. A Bíblia é o livro do povo do Senhor que, escutando-a, passa da dispersão e divisão à unidade. A Palavra de Deus une os fiéis e faz deles um só povo”.

A paróquia St. Inácio, celebrou esta data e em todas as missas foi feito este trabalho de conscientização.

 (cf. Vatican News, 30/09/20- texto adaptado). 

Superior Geral dos Paulinos Visita a Obra da Reforma da Paróquia

No dia 6 de janeiro de 2021, às 16 horas, Pe. Mário Pizetta, pároco, recebeu na paróquia o Pe. Valdir Castro, superior Geral dos Padres e Irmãos Paulinos, que reside em Roma. Estava acompanhado pelo Padre Manoel, que por muitos anos também esteve presente na vida desta paróquia, como vigário e  pároco. O Objetivo da visita era conhecer a otimização dos espaços com a reforma. Na acolhida, também estavam presentes o Eng. Raul, diretor da GPA, empresa responsável pela obra, e Eng. Bechara, também da GPA,  responsável pela coordenação e execução dos trabalhos. Na visita foram vistos os três pavimentos, os trabalhos já realizados e perspectivas futuras. Em sua avaliação disse: “Parabéns”, “realmente, os espaços foram bem aproveitados”, “vai ficar muito bom!”. As fotos são do eng. Bechara

40 anos de sacerdote do Pároco Pe. Mário Pizetta

Novena de Natal: uma oportunidade de reunir a família

A  Novena de Natal na paróquia Santo Inácio inicia  e encera na igreja. Neste ano, de 2020, não foi diferente. No dia 25 de novembro, fizemos a abertura. Nesse dia foram distribuídas as imagens do Menino Jesus. O encerramento aconteceu  dia 17 de dezembro, na missa das 18 horas com uma significativa participação da comunidade. A  paróquia seguiu a Novena de Natal da Paulus, que trouxe a cada dia uma Bem-aventurança, uma maneira bíblica de compreender o nascimento de Jesus. A abertura e enceramento foi presidida pelo pároco, Pe. Mário, que incentivou cada família a fazer a sua novena, uma vez que havia essa preocupação do corona vírus. Em sua breve reflexão agradeceu o esforço de cada família em organizar a novena. No último dia, muitos grupos trouxeram um sinal de solidariedade: alguns deram cestas básicas que posteriormente foram entregues às instituições. Muitos trouxeram brinquedos. Algum grupo fez um gesto concreto para as obras. Foi muito significativa a atitude. As fotos foram registradas pela Rami, da Pascom

Pandemia e Batizados

Com muita alegria, a paróquia Santo Inácio acolheu no dia 12 de dezembro 2020, às 9 horas, 8 crianças: Ana Clara, Catarina, Francisco, Helena, Marina, Thais, Theo e João Francisco. Os batizados foram realizados pelo Pe. Mário Pizetta, que seguiu todas as orientações sanitárias de distanciamento, alcoogel e máscara. Apesar da pandemia, o ambiente foi de alegria. Acompanharam o batizado os pais, padrinhos e madrinhas de todas as crianças. Na reflexão o sacerdote expôs o texto de João 3,1-8, que reportava ao encontro de Nicodemos com Jesus. O padre lembrou as motivações pelas quais batizamos uma criança. Tudo correu muito bem. As fotos foram registradas pela Rami, da Pascom.

Profissão Religiosa Perpétua de Três Paulinos

Profissão Religiosa Perpétua de Três Paulinos

A Profissão Religiosa Perpétua é um juramento que a pessoa faz diante de Deus e da comunidade sobre a sua consagração. Para os religiosos, a profissão perpétua é o passo definitivo para o ingresso do candidato na Instituição. Colocar-se a disposição do Carisma a serviço da Igreja. Para aquele candidato que almeja ao sacerdócio, seguem os passos  seguintes: o diaconato e o ordenação presbiteral. Este acontecimento  ocorreu na paroquia Santo Inácio, dia 11 de dezembro, às 19h30 onde os três juniores Paulinos: Deivid, Mario e Galvão fizeram a sua consagração definitiva na Pia Sociedade de São Paulo (Padres e Irmãos Paulinos).

A celebração foi presidida pelo Pe. Claudiano, superior provincial, e concelebrada por diversos sacerdotes Paulinos. Presentes ainda  Familiares,  membros da Família Paulina e paroquianos. Em sua homilia, o celebrante acolheu os professandos e exortou sobre a fidelidade ao anúncio do evangelho na cultura da comunicação na Igreja. Lembrou de São Paulo, como modelo de dedicação a evangelização.

As fotos foram feitas pela Rami, da Pascom.

Os Batizados retornaram na Paróquia Santo Inácio de Loyola

As formações já haviam recomeçado no final de setembro, todavia os Batizados comunitários voltaram a acontecer no  dia 14 de novembro, às 9 horas, quando a paróquia acolheu com alegria  as crianças Alana e Manuela. Estiveram presentes apenas os pais e padrinhos. Tudo foi feito de acordo com as orientações sanitárias. Pe. Mário, que realizou os batizados, relembrou aos pais e padrinhos as motivações do batismo: Acolher uma criança para que ela se torne multiplicadora dos sinais de Jesus; Batizar para que esteja livre da herança do pecado original. Lembrou ainda que  no Batismo acontece o nascimento para uma vida nova, citando o evangelho de João no capítulo três, do encontro de Jesus com Nicodemos. As fotos foram registradas pela Rami, da Pascom, e a Irene, que também estava fotografando o batizado e gentilmente cedeu algumas fotos.

 

Celebrando a Esperança

Com a presença de muitas pessoas que vieram rezar pelo seus falecidos, a paróquia Santo Inácio, celebrou no dia 2 de novembro, três missas, às 8,00; 12,00 e 18,00 (esta transmitida pelo face). Todas elas foram presididas pelo pároco, Padre Mário Pizetta. Cada horário de missa, teve a participação de uma equipe para comentários, leituras e acolhida. As músicas tiveram a animação do Antônio. Fotos registradas pela Rami. Um particular interessante dessas missas foi a colocação de uma árvore na entrada da igreja, onde as pessoas podiam colocar os nomes de seus familiares e amigos. Nas missas foram lembrados todos os que perderam a vida devido a Covid-19.

Nas homilias o celebrante lembrou que “a memória dos antepassados não é um saudosismo, mas um ato de tornar presente a vida daquelas pessoas que nos antecederam. A morte é o fechamento de um ciclo de nossa existência, é nossa partida  para a plenitude da vida eterna”. Lembrava ainda o celebrante que um dia um sacerdote lhe dizia: “ a gente morre como a gente viveu”. O sacerdote concluiu lembrando  as palavras de Paulo, lidas na missa: “a esperança não decepciona porque o amor de Deus foi derramado em nossos corações” (cf. Rm 5,5).

____________________________

Maria: Um sinal de Deus para humanidade!

Com a coordenação da Catequese, Apostolado da Oração e Grupo de Oração, a paróquia Santo Inácio de Loyola celebrou com muita fé a Novena e também a solenidade de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Tudo foi muito bem organizado e ornamentado com cartazes, flores e o arco de rosas ao redor da imagem. A participação, considerando a pandemia,  foi muito significativa. Na solenidade houve três celebrações eucarísticas: 8h; 12h;18h. Todas presididas pelo Pe. Mário, pároco. A missa festiva, também transmitida pelo Facebook, foi às 18h. Na homilia Pe. Mário aprofundou o tema de “Maria: Um sinal de Deus”. Deu um testemunho de alguns santuários visitados ao longo de seus anos de padre: Aparecida, Guadalupe e Fátima. Afirmou: “ todos chamaram muita atenção pela fé do povo em Nossa Senhora”. Lembrou ainda, que o grande papel de Maria é vir em socorro do povo nas suas necessidades e, nesse sentido, pediu a todos para rezar pela superação da pandemia. Os cantos foram animados pelo Gomes, a transmissão pela Neusa, Fábio, e Felix Junior. As fotos registradas pela Rami, da Pascom.

Paróquia Santo Inácio de Loyola Celebra 80 Anos

Paróquia Santo Inácio de Loyola Celebra 80 Anos

A Paróquia Santo Inácio de Loyola, confiada aos Padres e Irmãos  Paulinos, na Memória Litúrgica de Santo Inácio – no dia 31 de julho – , celebrou, com gratidão, os 80 anos de existência. A festividade foi precedida com uma novena, onde cada dia foi aprofundado um pensamento de Santo Inácio. As missas festivas, presididas pelo Pe. Mário,  aconteceram no dia 31,  às 12 e 18,30, esta, com transmissão pelo Facebook e contou com a participação do Pe. Silvanio, da Paróquia Santa Luzia, de São Bernardo do Campo. Na reflexão, o celebrante lembrou a necessidade de reavivar o espírito missionário  que havia em Inácio: “Hoje não precisamos mais tomar aviões ou navios para sermos missionários, mas termos a coragem de anunciar o Evangelho no mundo urbano, a começar na minha família, na minha rua, no meu prédio, no meu condomínio”. Ao final da missa, dois momentos foram marcantes: o lançamento da campanha do acabamento da obra da reforma,  e a distribuição ordenada, sem aglomeração, de um  pedaço de bolo de Santo Inácio a cada participante. As fotos foram registradas pela Rami da Pascom.

____________________________

UM  PASSO IMPORTANTE EM NOSSA REFORMA

____________________________

 A PALAVRA É COMO A SEMENTE

   A PALAVRA É COMO A SEMENTE

A liturgia do  15º domingo do tempo comum, ano A, apresentou a parábola do Semeador. Nesta narrativa Jesus apresenta quatro lugares onde a semente caiu: pelo caminho, em meio às pedras, já  no campo em meio aos espinheiros e, por fim, na terra boa. Jesus explica  na parábola o que acontece com as sementes: as que caem pelo caminho e são comidas pelos pássaros, são aqueles absorvidos pelos inimigos da Palavra. Em meio às pedras, nascem, até crescem, mas não tem raízes, são mortas pelo calor: representam os cristãos que não têm base, falta profundidade. No meio dos espinhos, são os católicos entusiastas, aqueles que se deixam conduzir pelas emoções da religião, fogo de palha. Finalmente, a semente que caiu em terra boa, representa aquele que ouviu, acolheu, cuidou da semente e viu os frutos. Aquele que reconheceu a força, a vitalidade, a sabedoria que brota da Palavra, que é o próprio Deus.

A missa, presidida pelo Pe. Mário,  foi transmitida pelo Facebook e esteve a Cargo do  Fábio, Neusa, Félix Júnior e fotos da Rami,  da PASCOM. Contou ainda com os cantos do Gomes e teve a presença reduzida de paroquianos.

_____________________________

Dom Eduardo, Bispo Auxiliar de São Paulo, da região Episcopal Sé  e o Pe. José Aparecido, da paróquia do Santissimo Sacramento,  que vieram visitar os trabalhos de Reforma e Otimização dos espaços da paróquia

DOM EDUARDO VISITA AS OBRAS DA PARÓQUIA

No dia 25 de maio 2020, às 16 horas, pe. Mário acolheu Dom Eduardo, Bispo Auxiliar de São Paulo, da região Episcopal Sé  e o Pe. José Aparecido, da paróquia do Santissimo Sacramento,  que vieram visitar os trabalhos de Reforma e Otimização dos espaços da paróquia. Padre Mário apresentou um pequeno histórico da caminhada feita até aqui, a  construção do projeto, as demolições, e os trabalhos propriamente ditos. Apresentou ainda a forma que está sendo construído. Falou do apoio da congregação  e da participação gradativa da comunidade neste ousado projeto. O Bispo desejou progresso nos trabalhos, apesar da pandemia. Mesmo sendo uma visita rápida, foi importante o seu apoio. Agradecimentos ao Zezinho, encarregado da obra que fez a foto.

_____________________________

Eu sou o pão vivo descido do céu

Eu sou o pão vivo descido do céu

A Solenidade do Corpo e Sangue de Cristo  foi celebrada na paróquia em dois momentos: Às 12 horas, houve  uma celebração com poucas pessoas, de forma reservada,  e, mesmo assim, observadas todas as orientações sanitárias: álcool em gel e distanciamento. A outra celebração, aconteceu às 19 horas e foi transmitida pelo Facebook.  As duas celebrações foram presididas pelo pároco, Pe. Mário, que em sua breve reflexão, relembrou o nascimento deste momento eclesial. Lembrou ainda da importância da Eucaristia na vida das pessoas  e na comunidade. Cristo é alimento para todos os que creem: “Eu sou o pão da vida, quem come deste pão viverá eternamente”. A transmissão esteve a cargo do Fábio, Neusa e Félix Júnior. Os cantos foram animados pelo Gomes.  As fotos registradas pela Rami, da Pascom.

_____________________________

No dia 25 de junho, às 20 horas, sob a coordenação de Don Eduardo, aconteceu uma reunião online com os Coordenadores de Setor da Região Episcopal Sé

COORDENADORES DE SETOR REALIZAM REUNIÃO ONLINE

No dia 25 de junho, às 20 horas, sob a coordenação de Don Eduardo, aconteceu uma reunião online com os Coordenadores de Setor da Região Episcopal Sé. A pauta da reunião esteve concentrada em quatro pontos: a. Dom Eduardo ouviu de cada coordenador de setor a realidade desses últimos meses. b. Abertura das Igrejas e secretarias paroquiais e das Curias regionais. c. Incentivou-se a fazer as reuniões em forma online. d. Dom Eduardo lembrou ainda a importância dos párocos manterem contato com os paroquianos sobre a questão financeira. Nessa reunião foi lembrada a carta de Orientações da CNBB, publicada em 24 de maio de 2020. Don Eduardo recomendou aos coordenadores que realizassem nos próximos dias uma reunião com os padres de cada Setor.

_____________________________

SANTÍSSIMA TRINDADE: UMA COMUNIDADE PERFEITA!

No dia 7 de junho, às 9,30 horas, aconteceu na Paróquia  Santo Inácio a  celebração da Solenidade da Santíssima Trindade e foi transmita pelo Facebook. Infelizmente mais uma vez o povo não pôde participar. A missa foi presidida pelo pároco, Pe. Mário Pizetta, que foi auxiliado  pela equipe de transmissão, com algumas outras pessoas da paróquia. Os cantos foram animados pelo Gomes.  Na reflexão da Palavra, o celebrante lembrou que a Solenidade da Santíssima Trindade, era a festa da Unidade na Comunidade Perfeita: um único Deus em três pessoas – o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Lembrou ainda que esta festividade é de adoração e contemplação, pois nela estão os mais importantes mistérios da nossa fé cristã. Recordou as palavras do Papa Emérito Bento XVI  ao afirmar que “o Espírito Santo é o fruto deste amor recíproco do Pai e do Filho”. As leituras foram proclamadas por alguns paroquianos e a equipe responsável pela transmissão foi a Neusa, o Fábio e o Félix Júnior. As fotos foram registradas pela Rami, da Pascom. Nossa gratidão a todos que colaboraram.

_____________________________

Mensagem do Papa Francisco

“Para que possas contar e fixar na memória” (Ex 10, 2).

A vida faz-se história »

No dia da Ascensão do Senhor, a Igreja celebrou o 54º Dia Mundial das Comunicações Sociais. Neste ano o Papa nos convida a refletir sobre  “A vida faz-se história”. Quer dizer a vida é uma história, onde nossos atos tornam-se  memória.  Refletir sobre a  comunicação é uma forma de  dar espaço a uma das necessidades mais emergentes da vida humana. Seguem alguns trechos da mensagem do  Papa:

FranciscusJorge Mario Bergoglio13.III.2013 / Fonte: www.vatican.va/content/francesco/it.html

1. Tecer histórias: “O homem é um ente narrador. Desde pequenos, temos fome de histórias, como a temos de alimento. As narrativas marcam-nos, plasmam as nossas convicções e comportamentos, podem ajudar-nos a compreender e dizer quem somos”. ”Mergulhando dentro das histórias, podemos voltar a encontrar razões heroicas para enfrentar os desafios da vida. O homem é um ente narrador, porque em devir: descobre-se e enriquece-se com as tramas dos seus dias”

_____________________________

_____________________________


Vídeo 3D de como ficará a Obra da paróquia após a conclusão


_____________________________

Missa através do facebook: uma novidade em nossa paróquia!

Nestes dias que estamos vivendo recolhidos em nossas casas devido a pandemia da COVID-19, foi necessário criar algo novo, não somente em nossa paróquia, mas também muitas outras espalhadas pelo nosso Brasil tiveram esta iniciativa. A necessidade faz a gente ser criativo. No dia 26, celebramos o 3º domingo da páscoa, e grande foi nossa alegria, pois uma centena de pessoas de nossa paróquia, e pelo Brasil afora, acompanharam nossas celebrações. Todos estes dias as visualizações passaram de 1000. As missas foram presididas pelo pároco, Pe. Mário, e concelebradas pelo Pe. Lúcio, vigário. As leituras estiveram a cargo  de uma pessoa presente e demais participações de pessoas responsáveis pela transmissão, que se alternavam-se. Ao longo desses dias ajudaram nas transmissões: Neuza e Fábio, o Júnior, a Alessandra e o José, a Marília. Nos cantos tivemos a participação do João Paulo, religioso paulino, e do Antônio. As fotos foram registradas pela Rami, da Pascom. Podemos dizer que foi uma bela experiência. Pedimos desculpas pelas falhas. O trabalho desenvolvido foi feito com muito amor e dedicação. Estamos abertos para as críticas. Ficamos também muito gratos pelas observações dos paroquianos manifestando o desejo de que nossas celebrações retornem o mais breve possível.

Pe. Mário Pizetta, ssp

Não há outro caminho para a santidade e a paz a não ser este: “Seja feita a vossa vontade, assim na terra como no céu”.

_____________________________

_____________________________

_____________________________

Confiram as últimas galerias de fotos

clicando aqui última galeria de  foto postada,

_____________________________

Faça um Tour Virtual pela nossa paróquia

_____________________________

Este é meu filho amado

Os batizados comunitários de janeiro aconteceram no dia 11 e foram presididos pelo Pe. Mário Pizetta. Foram acolhidas quatro crianças:  A Iris, o Fernando, , a Júlia e o Pedro, juntamente com seus pais, padrinhos e familiares. Os batizados ocorreram bem, muita alegria, fé e participação. Pe. Mário  buscou aprofundar com os presentes a compreensão de que o Batismo é a porta de entrada da experiência cristã. Lembrou ainda que o dia do batismo de um filho é uma grande oportunidade de retornar ao caminho da comunidade. As fotos foram efetivadas pela Rami, da Pascom.

Contribua para a reestruturação dos espaços da paróquia faça sua colaboração para uma nova Santo Inácio

FREI RICARDO André MARIA Borello, SSP – Discípulo do Divino Mestre

Modelo de todos os leigos que se dedicam ao apostolado da comunicação social – Proclamado Venerável há 30 anos

FREI RICARDO André MARIA Borello, SSP Discípulo do Divino Mestre

A fama de santidade que tinha acompanhado a vida do Frei André Maria, impulsionou ao Fundador, Bem-aventurado Tiago Alberione, a abrir a Causa de Canonização, por ocasião dos cinquenta anos de fundação da Congregação dos Padres e Irmãos Paulinos. O Pe. Alberione afirmou: “Eu mesmo quis que se promovesse esta Causa de Beatificação, porque tenho grande apreço pelas virtudes do Servo de Deus”. O Processo foi aberto em Alba no dia 31 de maio de 1964, aos dezesseis anos de sua morte, e concluído em 23 de junho de 1969. Foi declarado Venerável em 3 de março de 1990 com a assinatura do Decreto, por São João Paulo II, que reconheceu a heroicidade do Frei Ricardo André Maria Borello, ssp. É necessário um milagre reconhecido pela Igreja, e atribuído à intercessão do Venerável, para chegar à Beatificação.

Oração

Senhor nosso Deus, para comunicar ao mundo vosso amor de Pai, enviaste à terra vosso Filho único Jesus Cristo, e o constituíste Mestre, Caminho, Verdade e Vida da humanidade. Por intercessão de vosso fiel discípulo, o Venerável Irmão André Maria Borello, fazei que os instrumentos de comunicação social: imprensa, cinema, rádio, televisão, vídeo, Internet e todos os audiovisuais, sejam sempre empregados para a vossa glória e para a elevação humana e espiritual das pessoas e da sociedade.

Pelo sacrifício da vida ainda jovem do vosso servo Borello, multiplica na Igreja e no mundo os sacerdotes, religiosos e leigos que se consagram a este multiforme apostolado e inspirai a todas as pessoas de boa vontade a cooperar com a oração, ação e meios econômicos, a fim de que, com esses poderosos meios, a Igreja proclame o Evangelho a todos os povos. Glorificai este fiel discípulo, e por sua intercessão concedei-nos a graça que agora vos pedimos… (Pedir as graças de que necessita).

Pai-nosso, Ave-Maria, Glória ao Pai.

Ó Jesus Mestre, Caminho, Verdade e Vida, tende piedade de nós.

Rainha dos Apóstolos, rogai por nós.

São Paulo Apóstolo, rogai por nós.

De todo o pecado, livrai-nos, Senhor.

Venerável Frei Ricardo André Maria Borello, ssp

Local de nascimento: Mango (Cúneo, Itália).

Data de nascimento: 8 de março de 1916.

Morte: 4 de setembro de 1948, Sanfré (Cuneo, Itália).

Venerável: 3 de março de 1990.

_____________________________

Todo dia 18 de cada mês, na Paróquia Santo Inácio de Loyola, na missas da manhã às 7,30 e a tarde às 18 horas, acontece um momento de oração a Mãe Peregrina.

RECADO ÀS FAMÍLIAS
Todo dia 18 de cada mês, na Paróquia Santo Inácio de Loyola, na missas da manhã às 7,30 e a tarde às 18 horas,  acontece um momento de oração a Mãe Peregrina.
Vamos pedir a proteção de Deus para nossas famílias. Venha celebrar e participar com a gente.

_____________________________

Batismo: testemunhar a fé na família.

Batismo: testemunhar a fé na família.

O segundo sábado de cada mês é sempre muito especial na paróquia Santo Inácio de Loyola. É o dia em que acontecem os batizados comunitários. Por isso, o dia 10 de fevereiro foi uma data de particular alegria para os pais, padrinhos e familiares de três meninas: Maria Luíza, Maria Eduarda e Maria Helena. Pe. Mário, que realizou o sacramento, destacou que, em sua vida de sacerdote, nunca havia batizado, simultaneamente, três meninas chamadas Maria.

O sacerdote lembrou da importância do Batismo na vida da criança e dos pais: a necessidade de testemunhar a fé por parte dos pais e padrinhos. Recordou que, ao batizarmos um filho ou nos tornarmos padrinhos, estamos nos tornando responsáveis, perante a Deus, pela vida destas crianças

_____________________________

ATIVIDADES  DIVERSAS  DA PARÓQUIA

Além das atividades normais da vida da paróquia, os trabalhos pastorais, a paróquia esta procurando dar utilidade ao espaço existente proporcionando atividade úteis á comunidade.

Estamos estudando possibilidades de  outras iniciativas. Informações: 5571-1744

Venha você também participar!

PASCOM

GRUPO MADA | Sexta das 19:00hs às 20:45hs Orientação: Márcia


DESENHO | Terça das 14:00hs às 16:00hs | Orientação: Professora Jarina. BRECHÓ | Quarta e quinta das 9:30hs às 16:00hs | Coordenação: Maria, Dulce, Rita e Heloisa.

DESENHO | Terça das 14:00hs às 16:00hs | Orientação: Professora Jarina.
BRECHÓ | Quarta e quinta das 9:30hs às 16:00hs | Coordenação: Maria, Dulce, Rita e Heloisa.


ALFABETIZAÇÃO | Segunda  à quinta | das 19:00hs às 20:45hs | Orientação: Maria de Lourdes ALONGAMENTO | Quarta das 8:00hs às 9:30hs | Coordenação: Proº Luiz.

ALFABETIZAÇÃO | Segunda  à quinta | das 19:00hs às 20:45hs | Orientação: Maria de Lourdes
ALONGAMENTO | Quarta das 8:00hs às 9:30hs | Coordenação: Proº Luiz.


DIABÉTICOS | Segunda das 08:00hs às 10:00hs | Quarta das 08:00hs às 11:30hs | Orientação: Profº Luiz ESCOLA MUSICAL Violão | Sexta período da manhã | Orientação: Profº Antônio

DIABÉTICOS | Segunda das 08:00hs às 10:00hs | Quarta das 08:00hs às 11:30hs | Orientação: Profº Luiz
ESCOLA MUSICAL Violão | Sexta periodo da manhã | Orientação: Profº Antônio


</p>
<p><strong>OFICINA ST. iNÁCIO | </strong>Quarta das 14:00hs às 16:00hs | Orientação: Lídia<br /> <strong>ÓLEO SOBRE TELA | </strong>Quinta das 9:00hs às 11:00hs | 14:00hs às 16:00hs | Coordenação: Marcia,</p>
<p>

OFICINA ST. iNÁCIO | Quarta das 14:00hs às 16:00hs | Orientação: Lídia
ÓLEO SOBRE TELA | Quinta das 9:00hs às 11:00hs | 14:00hs às 16:00hs | Coordenação: Marcia,


FranciscusJorge Mario Bergoglio13.III.2013 / Fonte: www.vatican.va/content/francesco/it.html

BÊNÇÃO APOSTÓLICA “URBI ET ORBI”

PRIMEIRA SAUDAÇÃO DO PAPA FRANCISCO

NOSSO NOVO PAPA
Franciscus
Jorge Mario Bergoglio
13.III.2013


Pároco: Pe. Mário Pizetta, SSP
Vigário Paroquial: Pe. Antônio Lúcio Da Silva Lima, SSP

Atendimento secretaria:
Secretárias: Marília e Isabel

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DA SECRETARIA

Informamos que devido as novas orientações Sanitárias o horário de funcionamento da secretaria por ora é:

Terça-Sexta: 9:00hs – 15:00hs
Sábado: 9:00hs – 15:00hs
Domingo: 8:00hs – 12:00hs

Horários de Missas:

2ª feira a 6ª feira: 07:30hs e 18:00hs
5ª feira: 12:00hs
Sábado: 08:00hs e 16:00hs
Domingo: 08:00hs, 09:30hs, 11:30hs e 18:00hs

Atendimento de Confissões:

3ª feira: das 08:00hs às 09:00hs
5ª feira: das 08:00hs às 09:00hs e as 16:00hs
6ª feira: as 16:00hs

Preparação para o Batismo:

Dias de preparação:  1ª e 3ª QUARTA FEIRA DE CADA MÊS
Horário: 19:15hs – 21:00hs  (tolerância de 10 minutos)

Celebração do Batismo:

Segundo sábado de cada mês: 09:00hs

Curso de noivos

Maiores Informações:

Endereço – Rua: França Pinto, 115. Cep: 04016-030 – São Paulo – SP

Total Page Visits: 49951
Fechar Menu